Sexta-feira, 20 de Abril de 2018
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

126ª Tradicional Corrida de Toiros 15 Agosto das Caldas da Rainha

18 de Agosto de 2008 - 00:00h Crónica por: - Fonte: - Visto: 1499
126ª Tradicional Corrida de Toiros 15 Agosto das Caldas da Rainha Cartel "à 15 d'Agosto nas Caldas", desta vez para a CXXVI Corrida anual da tradicional data. Praça cheia, apesar dos preços exorbitantes em tempos de "crise". Bilhetes entre os 15 e os 55 €uros, imagine-se, numa praça que como na maioria das deste país o espectador se senta de "cócoras" no duro cimento, apertado pelos lados, com joelhos nas costas e com os seus a tocarem nas do espectador do lugar à frente. Para se renovar a Tauromaquia nacional, há que começar pelas praças, tal como se tem feito com os Estádios e com os Pavilhões desportivos. Independentemente dos cartéis, e sendo cada corrida de toiros um espectáculo sempre na incógnita, numa praça como a das Caldas não se justifica que qualquer bilhete custe mais do que 25 €uros. Quando esta e outras estiverem ao nível dos exemplos do Campo Pequeno, Évora e Elvas, cujos recintos possuem cadeiras confortáveis e espaço de circulação de espectadores, aí sim, já se aceitam aquele tipo de preços mas dependendo sempre da qualidade dos intervenientes anunciados e das datas dos espectáculos.

No entanto, e felizmente, a praça das Caldas encheu em mais um 15 de Agosto, com um público mais movido pelo "popular" do que propriamente pela aficción, que para o qual ir à "tourada" neste dia é "obrigatório".

Saíram à praça 6 toiros de Pinto Barreiros bem apresentados que cumpriram, com destaque para o último, que foi bravo e nobre.

João Salgueiro destacou-se mais com o seu 1º toiro - o mais pesado da corrida - do que com o seu 2º, o mais pequeno. Fez 2 lides asseadas, com ferros bem preparados e rematados em sortes variadas.

Sónia Matias desde cedo tentou contagiar o público com a sua alegria, já que é este tipo de público que aprecia mais este género de toureiros e de actuações. No conjunto das 2 lides esteve melhor na 2ª, com maior acerto na colocação dos ferros e com cites frontais, o que não tinha acontecido com o seu 1º toiro com sortes algo aliviadas e cravagem traseira.

António Maria Brito Paes também esteve melhor no seu 2º toiro (o melhor da corrida), depois de uma lide algo desacertada com o seu 1º.
Com alternativa confirmada no passado dia 7 no Campo Pequeno, Brito Paes apostou nas Caldas num toureio cambiado e ao pitón contrário, transmitindo emoção à bancada e muita vontade de triunfar. Certamente sería bom que todos os toiros lhe saissem como aquele em todas as suas actuações. Este jovem cavaleiro mostra condições para uma carreira muito digna, podendo andar sempre nos "lugares da frente".

O Grupo de Forcados das Caldas não complicou, perante toiros que não apresentaram dificuldades. Em data especial, a rapaziada mostrou concentração e entrou em praça com a ideia que não podia mesmo falhar. Pegaram Francisco Rebelo de Andrade à 2ª, e Paulino Reis, Bernardo Alonso, Marco Cruz, Óscar Carvalho e Nuno Vinhais à 1ª, com correcção e bem ajudados.

Foto: João Polónia
Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2018 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.