Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Noite dura para os forcados no Campo Pequeno

O campo Pequeno anunciava um Extraordinário Concurso de Pegas, para a disputa do prémio estavam em praça os Grupos de Forcados Amadores de S. Manços, Turlock (USA) e Cuba que tiveram uma noite complicada.
21 de Agosto de 2009 - 18:29h Crónica por: - Fonte: - Visto: 1802
Noite dura para os forcados no Campo Pequeno O campo Pequeno anunciava um Extraordinário Concurso de Pegas, para a disputa do prémio estavam em praça os Grupos de Forcados Amadores de S. Manços, Turlock (USA) e Cuba, para lidarem os seis oponentes da Ganadaria Manuel Assunção Coimbra, de apresentação bonita mas de escassa bravura, vieram ao Campo Pequeno Ana Batista, Filipe Gonçalves, Manuel Caetano que confirmaram a alternativa, M. R. Telles Bastos, Marcos Bastinhas e o praticante Tomás Pinto.

Iniciou as lides Filipe Gonçalves após a confirmação da sua alternativa teve como seu oponente o "Aplaudido" com 501Kg um dos melhores da noite arrancando-se pronto e com nobreza, mas Filipe Gonçalves custou a entender-se com e ele e ficou por mostrar alguma bravura do toiro..
Andou irregular na ferragem comprida e já nos curtos tentou alguns quiebros dando vantagens ao toiro,
que resultaram em algumas passagens em falso, mas quando acertou conseguiu ferros espectaculares a que o público deu muito valor, troca de montada e deixa um violino e um ferro de palmo a pedido do publico.

Vinha também ao Campo Pequeno para confirmar alternativa Manuel Caetano frente ao "Madrilleno" dispensou a sua quadrilha e cravou o primeiro comprido com uma sorte de Gaiola e deixou mais dois compridos. Nos curtos levou alguns toques nas montadas devido as arrancadas incertas do toiro que se revelou manso e que se adiantava muito, rematou a lide com dois ferros de violino e um de palmo

A Ana Batista coube em sorte o "Coberto" um toiro mansote e distraído mas Ana Batista soube dar-lhe a volta deixou a ferragem comprida com acerto, nos curtos desenhou bem as sortes deixando ferro de excelente nota de destacar o 5º, a pedido do publico remata a lide com um ferro de palmo.


Para Manuel Telles Bastos saiu o "Defendido" e que cedo se veio a defender nas tábuas, foi o cavaleiro espera-lo à porta dos curros e deixou dois ferros compridos bons mas não consegui cravar o terceiro sem a oportuna ajuda do seu bandarilheiro. Já nos curtos teve o cavaleiro de se empenhar e mostrar todos os ensinamentos da torrinha frente a este toiro manso e a refugiar-se nas tábuas a cada ferro, o publico entendeu o empenho de Telles Bastos aplaudiu o seu esforço e ainda pediu mais um o qual Manuel Telles Bastos concedeu.

O 5º da noite o "sillicoso" de 490Kg era para Marcos Bastinhas que lá deixou a ferragem comprida após duas passagens em falso. Nos curtos a lide subiu de tom cravou com sortes frontais 3 ferros de salientar o 3º, trocou de montada e continuou em bom plano bregando bem e deixando o toiro em sorte a pedido do publico remata com um ferro de palmo. Desnecessário foram as passagens pelo toiro após a cravagem do ultimo ferro até porque a noite já ia longa ...


O sexto e ultimo da Noite de nome "veste" com 590Kg saiu a arena para ser liado pelo praticante Tomas Pinto que cumpriu a ferragem algo irregular mas esmerou-se nos curtos pisando os terrenos do toiro com ferros de sortes frontais e de excelente nota de salientar o 4º e publico aclama por mais ao que o ginete cede cravando um de palmo que faz vibrar a praça.

Por S. Manços pegaram Nuno Leão á primeira citando a meia praça recua bem e fecha-se á córnea sem problemas, de salientar ainda o rabejador que rabejou com arte e a sair bem para os médios.
E Pedro Fonseca á terceira tentativa perante um toiro que só arrancava quando o forcado carrega já em terrenos muito próximos, tendo o forcado aguentado derrotes fortes chegando mesmo a sair da cara do toiro mas arranjou forças e lá voltou para a cara do toiro consumando a pega.

Pelos Amadores de Turlock pegaram Mike Lopes á terceira perante um toiro difícil de arrancar e que derrotava alto e com violência, na terceira tentativa o forcado aguenta um série de derrotes fortes o grupo tarda a ajudar mas mesmo assim a pega foi consumada.

E Donaldo Mota á segunda tentativa, sendo que na primeira tentativa não recuou bem o forcado e não se conseguiu fechar, já na segunda tentativa o toiro arrancou com força mas entrou pelo grupo sem desferir um único derrote.

Pelos Amadores de Cuba pegaram (ou tentaram pegar) Luís Calado 3 tentativas em que a segunda teve o toiro quase pegado não fosse a ausência de apoio por parte do grupo e Célio Santos, ainda no 3 toiro da noite, mas mais uma vez ao forcado da cara falta o apoio do grupo, teve este grupo ainda direito aos 5 minutos para a pegar de cernelha a qual não conseguiram consumar, não se entende então o porquê de tanta relutância em acatar as ordens do Inteligente e os assobios por parte do publico presente que parecia ter vindo em peso de Cuba

O último da noite pegou José Horta à segunda tentativa com uma boa pega e já com o grupo a carregar
O júri composto por elemento do Real Clube Tauromáquico Português decidiu entrar o trofeu à segunda pega da noite realizada pelo forcado Mike Lopes dos Amadores de Turlock.
Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2018 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.