Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Corrida do 103º aniversário do Sporting Clube de Portugal

Uma vez mais o Sporting Clube de Portugal associou uma corrida de toiros às comemorações do seu 103º aniversário, traduzindo assim o carinho que, clube e associados, nutrem pela tauromaquia....
30 de Agosto de 2009 - 23:18h Crónica por: - Fonte: - Visto: 1392
Corrida do 103º aniversário do Sporting Clube de Portugal Uma vez mais o Sporting Clube de Portugal associou uma corrida de toiros às comemorações do seu 103º aniversário, traduzindo assim o carinho que, clube e associados, nutrem pela tauromaquia.

Na arena, estreou-se o "Fado do Campo Pequeno" com letra e música de Maurício Vale e interpretado ao vivo por António Pinto Basto.

1ª Lide da Noite
Toiro: H. J. Infante da Câmara, n.º 56, 471Kg (Jocoso) - Mostrou-se interessado, embora a sua presença fosse de pouca notoriedade.
Cavaleiro: Joaquim Bastinhas, conquistou desde logo o público com a sua alegria habitual. Na colocação da ferragem esteve correcto, preparando cravando e rematando, mas no geral a ferragem resultou um pouco dispersa. Como é de seu hábito, à intenção de saída, voltou a pedido do público para cravar o seu par de bandarilhas.
Forcados: Santarém, Pedro Torres pegou o toiro à primeira tentativa, conseguindo fechar-se bem fazendo com que o momento fosse fácil.


2ª Lide da Noite
Toiro: H. J. Infante da Câmara, n.º 39, 490Kg (Benvindo) - Apagado, limitando-se a responder apenas ao que lhe foi exigido.
Cavaleiro: Vitor Ribeiro, regular no primeiro ferro comprido e um segundo descaído. Na ferragem curta os primeiros 2 de boa nota o 3º ligeiramente descaído corrigindo de logo no 4º. De notar uma bonita brega antes de terminar a sua actuação com um ferro de palmo.
Forcados: Montemor, João Caldeira pega consumada à Primeira Tentativa, não tendo conseguido fechar-se na cara do toiro, valeu-se da coesão do grupo para consumar com êxito a sua tarefa.

3ª Lide da Noite
Toiro: H. J. Infante da Câmara, n.º 41, 470Kg (Inopinado) - Manso desde a entrada à saída, não permitindo qualquer brilho na lide a cavalo.
Cavaleiro: Manuel Lupi, frente ao pior toiro da noite tentou por tudo fazer chegar a emoção ao público. Tarefa complicada esta pois face ao carácter do seu adversário durante a lide, nem a banda chegou a tocar.
Forcados: Santarém, João Torres não se conseguiu fechar na cara do toiro à primeira tentativa, sofreu um valente derrote ficando no chão aparentando alguma imobilidade. Mostrando o valor de um forcado, a coxear caminhou novamente para a cara do toiro para consumar a sua pega à segunda tentativa.

4ª Lide da Noite
Toiro: H. J. Infante da Câmara, n.º 46, 512Kg (Pinceleiro) - Mostrou-se atento e cumpridor, não criando dificuldades à actuação do Cavaleiro.
Cavaleiro: Joaquim Bastinhas, colocou dois compridos regulares e trocou de montada para iniciar a ferragem curta onde deixou dois ferros um pouco descaídos e um terceiro de boa nota, rematou a sorte e preparou-se para deixar um curto no chão que não voltou a repetir, seguindo directamente para o par de bandarilhas com que terminou a sua actuação.
Forcados: Montemor, João Romão Tavares consumou a pega à primeira tentativa, citando de largo, para concluir a sua demanda com bastante brilho. Suportou com garra os violentos derrotes do Pinceleiro.

5ª Lide da Noite
Toiro: H. J. Infante da Câmara, n.º 45, 540Kg (Pagador) - Com iniciativa, atento ao cavaleiro e a responder de largo.
Cavaleiro: Vitor Ribeiro colocou dois compridos, o primeiro de boa nota e o segundo ligeiramente deslocado. Trocou de contada para os curtos colocando quatro ferros bem executados e adornados de uma bonita brega demonstrando as habilidades dos seus cavalos. Cravou o quinto a pedido do público, onde experimentou um quiebro demasiado carregado apenas concluído à segunda tentativa.
Forcados: Santarém, António Grave de Jesus, brinda a Pega a Maurício do Vale, que consumou à primeira tentativa, o toiro apresentou uma investida irregular fazendo dificultando a vida ao forcado que se fechou no corno esquerdo.

6ª Lide da Noite
Toiro: H. J. Infante da Câmara, n.º 57, 501kg (impostor) - O melhor toiro da noite apresentou-se, cumpridor e com interesse no adversário.
Cavaleiro: Manuel Lupi recebe o toiro à porta dos curros sem a ajuda dos bandarilheiros, iniciou a colocação da Ferragem com o pé esquerdo tendo corrigido ligeiramente no segundo comprido. Trocou de montada e de imediato ouve-se a banda do Samouco a interpretar o pasodoble composto para o cavaleiro. Colocou três ferros exemplares trazendo o brilho que não teve na primeira actuação, citando, rematando e bregando as sortes que conquistaram a emoção do público.
Forcados: Montemor, pega consumada à primeira tentativa por José Maria Cortes fechando-se bem num toiro que não esperou por nada.
Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.