Segunda-feira, 22 de Outubro de 2018
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

50º Concurso de Ganadarias de Évora e 2ª Concurso Luso-Espanhol

18 de Maio de 2009 - 00:00h Crónica por: - Fonte: - Visto: 1216
50º Concurso de Ganadarias de Évora e 2ª Concurso Luso-Espanhol Bom ambiente na Arena d´Évora no 50º Concurso de Ganadarias com a praça cheia até às bandeiras.

Este Concurso de Ganadarias tinha o aliciante de ser o 2º Concurso Luso-Espanhol e neste confronto Portugal saiu como justo vencedor.

Abriu praça o cavaleiro João Moura para lidar um toiro da divisa Miura com 600kg bem apresentado mas com uma investida muito escassa e a desiludir os presentes. Colocou dois ferros compridos com o toiro a não se interessar pela montada. Trocou de cavalo para os curtos, mas também pouco conseguiu fazer, a não ser nos últimos dois ferros onde o seu oponente revelou um pouco mais de interesse pelo cavalo. De destacar o ultimo ferro de palmo de boa nota.
No segundo toiro do seu lote um Victorino Martin de 510kg, João Moura pôde colocar a carne no assador, nos compridos colocou bem dois compridos sem o toiro carregar muito, mas foi nos curtos que iríamos assistir ao melhor momento da tarde quando Moura sacou do Belmonte e desenhou uma linda faena. Com ligeiras batidas ao piton contrário a preparar e a rematar muito bem as sortes com o cavalo a ladear na cara do toiro, aproveitando assim as boas características do toiro.

O segundo toiro coube a António Ribeiro Telles, um Palha de 650kg muito bem apresentado e com uma investida de toiro bravo. O cavaleiro da Torrinha tentou receber o toiro à porta gaiola, mas a sorte não teve o efeito desejado porque o toiro saiu largo demais e não possibilitou a colocação do ferro. Após a colocação de três bons ferros compridos António Telles trocou de montada para os curtos e iria desenhar uma boa lide, face ao excelente comportamento do toiro Palha. O cavaleiro teve sempre o cuidado de preparar as sortes e muito bem rematadas.
No quarto da ordem coube a António Telles um toiro bravo da ganadaria Murteira Grave. António recebeu-o bem com dois compridos e aí a evidenciar-se as boas características do toiro. Nos curtos António Telles não tirou muito partido do toiro que tinha e permitiu três derrotes fortes na montada com um toiro que cortava caminho ao cavalo.

O terceiro da ordem calhou a António Brito Paes, um toiro da ganadaria espanhola Partido de Resina de 565kg, bem apresentado. Jovem cavaleiro brindou a lide a João Moura e António Telles. Nos compridos o toiro andou muito distraído e praticamente a não reagir ao castigo. Trocou de montada para a ferragem curta mas pouco havia a tirar de um toiro manso que se fixou no centro da arena e pouco mais.
O último toiro da corrida coube a Brito Pães, um Passanha de 600kg que não permitiu que o cavaleiro alcançasse o triunfo desejado, porque eram um toiro que proporcionou nenhuma emoção à lide. Brito Pães recebeu o oponente com três compridos e um curto com a mesma montada, depois de trocar de cavalo pouco acrescentou à lide já que o toiro investia suave no cavalo sem apertar muito. A pedido do público colocou mais um ferro de palmo que demorou muito tempo a espetar e a passar muitas vezes em falso antes da sua colocação.

Quanto ao capítulo das pegas coube aos Amadores de Montemor abrir praça com uma grande pega à primeira do cabo José Maria Corte, depois João Tavares também à primeira e João Romão à segunda após dobrar Pedro Santos que saiu lesionado na sua segunda tentativa.

Pelos Amadores de Évora pegou à terceira o forcado Manuel Rovisco, o cabo Bernardo Patinhas à segunda e Francisco Garcia à terceira.

Quantos aos prémios em disputa foi atribuído justamente ao toiro da divisa Murteira Grave o premio de Apresentação e injustamente o Prémio Bravura com a praça toda a discordar do prémio.

O Dr. Joaquim Grave, mostrando que é um Homem dos Toiros decidiu entregar à respresentante da Ganadaria de João Folque o Premio Bravura, uma vez que reconheceu as boas características do Toiro Palha.

Para terminar temos que referir que o juri do concurso de ganadarias era composta pela Tertúlia Tauromaquica de Évora, mas teria sido importante os nomes das pessoas que o compunham afim de se dissipar qualquer dúvida quanto à atribuição dos prémios.
Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2018 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.