Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

João Augusto Moura na Feira de Setembro da Moita do Ribatejo

O novilheiro João Augusto Moura encerra-se na Moita com seis novilhos
20 de Setembro de 2009 - 18:30h Crónica por: - Fonte: - Visto: 1119
João Augusto Moura na Feira de Setembro da Moita do Ribatejo "Por onde andam os Aficionados ao toureio a pé? "

Fala-se e critica-se muito as Empresas, porque não apostam mais no toureio a pé, porque não montam corridas só com Matadores, Corridas Mistas ou Novilhadas, para darem oportunidade aos nossos Toureiros poderem actuar. E depois quando uma Empresa monta uma Corrida só com matadores, Mista ou uma Novilhada, como foi o caso da recente Feira de Setembro na Moita, Vêm-se as bancadas tristemente vazias!!!

Na Quarta-Feira, faziam parte do Cartel os Matadores Pedrito de Portugal, que esta Temporada já actuou por três vezes no Campo Pequeno (em duas triunfou), António Ferrera (18º. do Escalafón) e Ruben Pinar (19º. do Escalafón), Figuras presentes em grandes e importantes Feiras no País vizinho.
Na Sexta-Feira, Corrida Mista com a presença de dois jovens Matadores, formados na Escola de Toureio da Moita.
Ontem Sábado, uma Novilhada com uma jovem promessa e com provas dadas do seu valor, teve muito pouca gente nas bancadas a presenciar o seu muito agradável toureio. Um quarto de casa. Porquê?

De Parabéns está a TOPTOIROS, Empresa da Praça de Toiros "Daniel do Nascimento", que um ano mais, montou cartéis com Figuras do toureio a pé.

Os poucos aficionados que ontem se deslocaram à Moita, de certeza que no final da Novilhada, saíram satisfeitos com o que presenciaram, durante as duas horas e meia. Passemos pois ao desenvolvimento desta Novilhada.

João Augusto Moura, aceitou o desafio que lhe foi proposto pela Empresa TOPTOIROS, de lidar sozinho seis novilhos de três Ganadarias de Prestígio.

O primeiro novilho a sair à arena, era da Ganadaria de Falé Filipe, com três anos, o peso de 480 quilos, o número 24 e pelagem chorreado em verdugo.
João Augusto Moura, lanceou com uma série de cinco Verónicas, rematando com Meia Verónica.
O tércio de muleta, começou com vários passes de tanteio, seguindo-se quatro boas tandas de derechazos, com o remate final de um passe de peito.
Executou igualmente alguns naturais de boa nota, bem como um circular invertido. Na simulação da sorte suprema, que em Portugal não é permitido o uso do estoque de matar, esteve com acerto a cravar a bandarilha em sorte contrária com saída para os médios.

O segundo novilho da Ganadaria João Moura (seu tio), com três anos, o peso de 460 quilos, número 193, de pelagem colorau olho de perdiz.
Recebeu-o com uma série de Verónicas rematando com Meia Verónica. E a seguir executou uma série da Verónicas de pés juntos ou Paróns, rematando uma Revolera.
A faena de muleta, foi composta por quatro tandas de derechazos e por uma de naturais, todas rematadas com um passe de peito. Executou igualmente um circular, um passe por baix, e um circular invertido.
Finalisou com a sorte natural, ficando um pouco descaída a bandarilha.

O terceiro novilho era da Ganadaria espanhola de Joaquin Núñez del Cuvillo, com três anos de idade, o peso de 400 quilos, o número 22, pelagem negro, e de menor apresentação no aspecto de córnea.
Lanceou à Verónica, rematando com uma Meia Verónica seguida de uma Revolera. Executou ainda uma nova série com o capote por Delantales.
A faena de muleta, foi composta por três tandas e Derechazos e três de Naturais, rematadas com passes de peito.
Cravou uma bandarilha para simular a sorte suprema que ficou um pouco descaída.

O quarto novilho era da Ganadaria de Falé Filipe, com três anos, o peso de 485 quilos, o número 13, e pelagem negro.
Recebido à Verónica com o remate de uma Revolera.
Convidou o Novilheiro José Díaz "El Fini", que estava como suplente, que executou uma série de verónicas, rematadas com uma Meia Verónica, seguida de uma Revolera.
Voltou a tourear de capote, executando um Farol, Gaoneras e uma Revolera como remate.
Colocou-se no centro da arena, para dar início à faena de muleta, executando sete tandas de derechazos e duas de naturais, executando igualmente circulares, circulares invertidos, passes de peito como remate e um desplante na cara do novilho.
Executou a simulação da sorte suprema em sorte contrária.

O quinto novilho era da Ganadaria de João Moura, com três anos, o peso de 460 quilos, e pelagem castanho.
Iniciou a faena de capote com uma larga cambiada e afarolada de joelhos, quatro paróns e uma meia verónica.
A faena de muleta, foi constituída por cinco tandas de derechazos e quatro tandas de naturais. Um circular, circular invertido e passes de peito.
A simulação da sorte suprema foi em sorte contrária.

O sexto novilho era da Ganadaria Núñez del Cuvillo, com três anos, o peso de 405 quilos, número 231, e pelagem negro.
Iniciou a faena de capote com verónicas com o joelho em terra, seguido de um quite por chicuelinas, tafalleras, e como remate uma meia Verónica.
A faena de muleta foi iniciada com o passe "espaldina", seguido de cinco tandas ou séries de derechazos e uma dae naturais, rematadas com passes de peito. Desenhou igualmente passes por baixo, de joelho em terra, molinetes e circulares. Neste novilho João Augusto Moura foi bandarilhar, mas sem êxito, tendo cravado dois meios pares e um par em sorte de violino que ficaram descaídas.
Executou a simulação da sorte suprema na sorte natural com excelente execução.

João Augusto Moura, deu a volta à arena com ida aos médios no final da lide dos seis novilhos, no sexto deu ainda uma volta em ombros e saindo assim pela Porta Grande.

O tércio de bandarilhas foi executado com acerto e agrado dos Bandarilheiros, que faziam parte da quadrilha do novilheiro, destacando-se um excelente par do bandarilheiro Cláudio Miguel (jovem que tirou a alternativa de bandarilheiro esta Temporada na Praça de Toiros "Celestino Graça" em Santarém, no quarto novilho da tarde, e que foi sem dúvida o melhor novilho dos seis lidados. E um par muito bom do Bandarilheiro Pedro Gonçalves, no primeiro novilho da tarde.

Todos os novilhos tinham pesos dentro do que está determinado pelo Regulamento Taurino em vigor.

A novilhada foi dirigida pelo Delegado do IGAC, Senhor António Garçoa (Bandarilheiro retirado).

Durante o "Paseillo", e as voltas à arenas foram interpretados lindos Pasodobles, pelas Bandas de Música do Rosário e do Samouco.
Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.