Terça-feira, 21 de Novembro de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Toureio a Pé regressou a Coruche sem Público

No dia 14 de Agosto e por ocasião das Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo, a castiça Praça de Toiros de Coruche recebeu uma Corrida Mista.

16 de Agosto de 2010 - 10:11h Crónica por: - Fonte: - Visto: 1657
Toureio a Pé regressou a Coruche sem Público

No dia 14 de Agosto e por ocasião das Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo, a castiça Praça de Toiros de Coruche recebeu uma Corrida Mista. O horário e o calor que se fazia sentir, contribuiu para a pouca afluência de público à praça. A rivalidade estava de volta a Coruche com António Telles, e João Salgueiro, assim como o regresso do toureio a pé aquela praça de toiros com o Matador António Ferrera. Numa tarde onde pegaram os Forcados Amadores de Coruche e Alcochete capitaneados respectivamente por Amorim Lopes Ribeiro e Vasco Pinto. Para as lides a cavalo foram lidados quatro Pégoras, bem apresentados, que se deixaram lidar sem complicar. Para a lide a pé estava previsto dois toiros da Ganadaria Varela Crujo Herdeiros, que por problemas sanitários foram substituídos por Toiros de Ortigão Costa, de apresentação distinta.

António Telles fez as honras da casa, abriu a função frente a um Pégoras bem apresentado que se adiantava ligeiramente ao cavalo. Deixou três compridos, sendo o primeiro ferro muito descaído. Nos curtos a lide subiu de tom, destaque para o terceiro e quarto ferro de muito boa nota. Ricardo Dinis dos Amadores de Coruche consumou à segunda tentativa. No segundo do seu lote, com 465 kg António Telles também andou regular, frente a um toiro que ia a "choto" cravou os três compridos da ordem sendo o ultimo de boa nota. Quanto aos ferros curtos, a nota dominante vai para o segundo, quarto e quinto ferro. Encurtou distâncias e cravou. A fechar a prestação dos Amadores de Coruche, José Tomás concretizou ao primeiro intento.

A João Salgueiro saiu um exemplar Pégoras com 485kg, reservado e escasso de forças, com problemas no quarto traseiro direito. Salgueiro deixou sem dificuldade a ferragem comprida da ordem. Nos curtos de salientar o terceiro ferro a provocar a investida ao toiro. Com o animal em tábuas o cavaleiro de valada do Ribatejo foi o autor do melhor ferro da tarde, pisou-lhe os terrenos e cravou. Por Alcochete Vaso Pinto cabo do grupo concretizou à primeira tentativa. No seu segundo com 500kg, o mais colaborador, o que mais se empregou no cavalo, Salgueiro desenhou uma lide regular. E quanto a mim o facto de abrir muito o quarteio tirou um pouco de emoção no momento da colocação dos ferros. Por Alcochete João Pedro Sousa pegou à primeira tentativa.

Na lide apeada o momento era de muita expectativa. António Ferrera esteve toureiro frente a um exemplar enviado pelo Ganadero Ortigão Costa com 480kg mal apresentado, mas nobre de investida. No tércio das bandarilhas teve ao seu estilo. Na muleta Ferrera entendeu as investidas do seu oponente, sacando uma boa série pela direita, assim como pela esquerda. No fianal toureiro e Ganadero deram a volta à arena. Ferrera recebeu bem de capote o seu segundo toiro com 470kg, nas bandarilhas esteve igual a si próprio. Iniciou a faena de muleta de "rodillas"rematando com um passe de peito. A partir daqui o toiro foi a menos "rachou", ficando curto na investida.

Dirigiu a Corrida o Sr. Ricardo Pereira, assessorado pelo Dr. José Luís Cruz.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.