Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Marcelo Mendes Triunfa na Corrida da AGROLEITE

Integrada a AGROLEITE 2010, Feira Agrícola do Leite organizada pela Associação dos Produtores de Leite e Carne – LEICAR – decorreu no passado sábado a Primeira Grande Corrida de Toiros de S. Pedro de Rates, P&oacu

19 de Julho de 2010 - 22:58h Crónica por: - Fonte: - Visto: 989
Marcelo Mendes Triunfa na Corrida da AGROLEITE

Com cerca de dois terços da lotação preenchida, iniciou a função o cavaleiro Rui Salvador perante um toiro com muito (demasiado) trapio e peso mas terrivelmente manso. Uma lide sem história, terminada abreviadamente após muita colaboração dos bandarilheiros para colocar o toiro e muitas passagens em falso.

Após uma primeira tentativa de pega falhada o director de corrida mandou recolher o toiro “vivo”, decisão não respeitada inicialmente pelos forcados da Tertúlia Tauromáquica do Montijo, mas que acabou, e bem, por ser acatada.

Rui Salvador demonstrou a dignidade com que pauta as suas actuações, tendo-se negado a dar volta, mas vindo à arena aplaudir os seus bandarilheiros.

No seu segundo toiro, com 590kg, Rui Salvador esteve em melhor plano, mas bem longe do nível a que habituou os aficionados. Crava um enorme ferro curto junto a tábuas de imenso valor e trabalho.

Pega executada por Luís Carrilho da Tertúlia Tauromáquica do Montijo, que se fechou à barbela e viajou sozinho, sem no entanto o toiro derrotar.

Gilberto Filipe demonstrou vontade de triunfar, não tendo tido no seu primeiro toiro o melhor colaborador que cedo começou a descair para tábuas. Tendo que ser auxiliador pelo bandarilheiro para colocar o toiro, crava um último ferro junto a tábuas com o toiro a apertar.

Pega executada por Fábio Meira dos Amadores de Arronches, uma grande pega com o forcado a aguentar dois fortes derrotes sem ajudas.

Melhor no seu segundo toiro, o melhor do lote, cravando bons ferros (em particular o segundo curto), sem no entanto dar a primazia a um toiro que colaborava. Como nota negativa o excesso de velocidade nas viagens.

Toiro duro para os forcados de Arronches, não tendo Paulo Florentino, aguentado os fortes derrotes, apesar de se ter fechado muito bem quer na primeira, quer na segunda tentativas. Toiro pegado a sesgo e com as ajudas muito carregadas ao terceiro intento.

Marcelo Mendes foi o triunfador da corrida, mostrando-se bem preparado para a alternativa que tomará em Setembro, na Moita.

Desenvolto nos compridos, superando bem as dificuldades impostas pelos toiros, sobretudo no primeiro, comunicativo e variado nos curtos, conquistou o público. Apresentou as montadas bem arranjadas, exibindo alguns ares de escola. No terceiro da noite terminou a lide com um bom par de bandarilhas depois de uma série de ferros curtos ao piton contrário                e um violino. No segundo do seu lote cravou dois ferros curtos de frente e com valor, tendo terminado com violinos e rosas e o público rendido.

Dos Amadores de Alter do Chão Elias Santos e Nuno Pato a consumarem à primeira.

Ao forcado Fábio Meira foi entregue o original prémio para a melhor pega: um vitelo frísio.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.