Regresso da Ganadaria Murteira Grave e dos Forcados de Montemor, vencedores dos " Galardões Campo Pequeno 2009". Em competição estiveram Luís Rouxinol, Vítor Ribeiro e o Cavaleiro Praticant" /> Regresso da Ganadaria Murteira Grave e dos Forcados de Montemor, vencedores dos " Galardões Campo Pequeno 2009". Em competição estiveram Luís Rouxinol, Vítor Ribeiro e o Cavaleiro Praticant" /> Regresso da Ganadaria Murteira Grave e dos Forcados de Montemor, vencedores dos " Galardões Campo Pequeno 2009". Em competição estiveram Luís Rouxinol, Vítor Ribeiro e o Cavaleiro Praticant" />
Terça-feira, 21 de Novembro de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Forcado de Montemor….Pega Nobre e Valente

Regresso da Ganadaria Murteira Grave e dos Forcados de Montemor, vencedores dos " Galardões Campo Pequeno 2009". Em competição estiveram Luís Rouxinol, Vítor Ribeiro e o Cavaleiro Praticant

26 de Julho de 2010 - 09:25h Crónica por: - Fonte: - Visto: 2150
Forcado de Montemor….Pega Nobre e Valente

Na passada quinta-feira a Praça de Toiros do Campo Pequeno recebeu a Grande Corrida VIP, que marcou o regresso da Ganadaria Murteira Grave e dos Forcados de Montemor, vencedores dos " Galardões Campo Pequeno 2009". Com mais de ¾ de casa eram muitos os interesses desta corrida. Em competição estiveram Luís Rouxinol, Vítor Ribeiro e o Cavaleiro Praticante Salgueiro da Costa, as pegas estiveram a cargo dos forcados de Montemor, frente a um imponente curro de toiros Murteira Grave, com peso e trapio.

Foi ainda aguardado um minuto de silêncio em memória do jornalista Américo Saraiva Mendes.

Abriu a função o cavaleiro de Pegões perante um toiro de 682kg de seu nome "triunfador" que se adiantava na montada. Rouxinol deixou a ferragem comprida da ordem, sofrendo um ligeiro toque ao deixar o segundo ferro comprido. Já nos curtos, luís Rouxinol andou regular terminando a lide com um ferro de palmo de boa nota. À cara deste toiro foi João Tavares, que pegou à primeira tentativa, com o grupo todo a ajudar. Na sua segunda lide, Rouxinol que atravessa um bom momento na sua carreira esteve bem frente a um Murteira Grave de 626kg, que recebeu à porta gaiola o que causou emoção nas bancadas do Campo Pequeno. O cavaleiro entendeu o seu oponente, já nos curtos, o destaque vai para o quarto ferro em sorte violino, seguido de um ferro de palmo também de muito boa nota. A lide acabou com a sua imagem de marca, o tradicional par de bandarilhas, arte de que é exímio. João Caldeira fechou-se à córnea e o grupo consumou à primeira tentativa.

Vítor Ribeiro recebeu o primeiro toiro do seu lote com 672kg, que se adiantava na montada, e defendia-se no momento da reunião, (colocação do ferro). Vítor ribeiro cravou três ferros compridos sendo o terceiro de boa nota. Nos curtos andou regular frente a um toiro que exigia empenho por parte do cavaleiro. No segundo do seu lote de 672kg, Vítor ribeiro não deixou créditos por mãos alheias, andou a gosto e desenhou uma boa lide, frente a um Murteira Grave, cómodo, escasso de forças, mas que se empregou no cavalo. Deixou a ferragem comprida da ordem. Nos curtos deixou ferros de boa nota cravando de alto a baixo. A lide terminou com uma rosa que agradou ao público. João Romão concretizou ao primeiro intento.

Salgueiro da Costa ainda cavaleiro Praticante acusou o peso da responsabilidade, não teve uma noite muito feliz. No primeiro do seu lote de 693kg o mais pesado da corrida salgueiro da Costa, andou irregular. Cravou a ferragem comprida sem perder muito tempo. Nos curtos as coisa não correram muito bem, de destacar o terceiro e quarto ferro. Pedro Santos pegou a segunda tentativa. No seu segundo de 602kg, que se empregou no cavalo, Salgueiro andou irregular nos ferros compridos, assim como nos ferros curtos. José Maria Cortes fechou a corrida com uma pega à primeira tentativa.

Dirigiu a corrida António Barrocal assessorado pelo médico veterinário Dr. José Guerra.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.