Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2018
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Noite de Emoçao no Campo Pequeno

Noite de emoção nos 30 Anos de Paulo Caetano com casa cheia.

04 de Junho de 2010 - 23:29h Crónica por: - Fonte: - Visto: 1350
Noite de Emoçao no Campo Pequeno

No dia 2 de Junho teve lugar na praça de toiros do campo Pequeno, mais uma corrida á portuguesa a grande corrida caras, em que Paulo Caetano assinalava os seus 30 anos de alternativa. O restante cartel foi ainda composto por Joaquim Bastinhas, João Moura Caetano e Marcos Bastinhas. Pegaram os grupos de forcados amadores de Santarém e Portalegre. Foram lidados seis toiros da ganadaria Maria Guiomar Cortes Moura.

Com casa cheia, a noite prometia um verdadeiro ambiente de festa, muito embora a corrida tenha resultado um pouco sonsa.

Logo após as cortesias Paulo Caetano foi homenageado por diversas entidades. O seu primeiro toiro de 546 kg, Na ferragem comprida andou irregular, talvez apresentado um pouco de nervosismo, ou até mesmo pelo facto de não exercer a profissão já com tanta regularidade. A lide foi de menos a mais.

Joaquim Bastinhas teve pela frente um toiro com 544kg. O cavaleiro de Elvas teve ao seu estilo, executando o seu toureio alegre que de imediato contagiou as bancadas. Terminou a sua lide com o habitual par de bandarilhas, que deixou o público do campo pequeno em pleno estado de euforia.

Já João Moura Caetano teve por diante um toiro de 572 kg que se adiantava em relação a montada. J.M. Caetano andou irregular, e a colocação dos ferros curtos por ”quiebros” nem sempre resultou. Terminou a sua actuação com um bom ferro “uma rosa” que agradou ao público.

Marcos  Bastinhas  recebeu bem à porta gaiola o 4º toiro da ordem, o airado que apresentou na balança o peso de 532kg. O jovem cavaleiro desempenhou com facilidade a sua função. Terminou a sua lide cravando um ferro de palmo que entusiasmou o público.

No que toca as lides a duo, pouco á para dizer. A lide da dinastia Caetano sem nada de especial para assinalar, resultou monótona. Joaquim Bastinhas e seu filho proporcionaram uma lide mais alegre. De destacar a colocação dos dois ferros em sorte violino, por Marcos Tenório, que alegrou as bancadas do Campo Pequeno.

 Quanto aos forcados, pelos amadores de Santarém, pegou o cabo do grupo Diogo Sepúlveda a segunda tentativa, Gonçalo Veloso pega ao primeiro intento, naquela que foi a pega da noite. António grave de Jesus encerrou a actuação do grupo, também consumando a pega a primeira tentativa. Pelos amadores de Portalegre, Luís Real pegou à segunda, Tico peralta ao primeiro intento, Ricardo Almeida pegou à segunda tentativa após dobrar Nelson Nabiça que saiu lesionado na sua terceira tentativa.

 

O curro de toiros enviado por Maria Guiomar Cortes Moura, foram cómodos e não transmitiram emoção durante a lide.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2018 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.