" /> " /> " />
Terça-feira, 21 de Novembro de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Noite de Homenagem a Manuel Gonçalves

Foi na castiça Vila do Redondo, que este ano se realizou a 46ª Corrida TV. O espectáculo taurino decorreu no "Coliseu do Redondo" que acolheu ¾ de casa.

08 de Junho de 2010 - 09:26h Crónica por: - Fonte: - Visto: 947
Noite de Homenagem a Manuel Gonçalves

Foi na castiça Vila do Redondo, que este ano se realizou a 46ª corrida TV. O espectáculo taurino decorreu no "Coliseu do Redondo" que acolheu ¾ de casa.

Um cartel de luxo composto por Joaquim Bastinhas, Luís Rouxinol, e Brito Paes. Pegaram 3 grupos de forcados amadores, Cascais, Elvas e Redondo. Em disputa estava o troféu para a melhor pega. Foram lidados seis toiros da ganadaria Brito Paes, cujo peso oscilaram entre os 520kg e os 450 kg, que saíram reservados e distraídos não proporcionando grandes emoções às lides.

Minutos antes da corrida foi feita uma homenagem a Manuel Gonçalves. A Dr.ª Ana Freixo, em nome da Casa do Pessoal da RTP entregou uma placa a Emília Gonçalves, esposa do falecido empresário que muito contribuiu para a nossa Festa.

Abriu a função Joaquim Bastinhas que teve por diante o toiro mais pesado da corrida com 520kg. Um toiro reservado a que o cavaleiro de Elvas com o seu toureio alegre andou a gosto e sacou uma boa lide. A lide acabou com a sua imagem de marca, o par de Bandarilhas. Pelo grupo de Cascais foi à cara deste toiro Hugo Bilro, que consumou à terceira tentativa com o grupo a carregar. O seu segundo toiro foi recolhido, apresentava problemas no traseiro direito, tendo Bastinhas que lidar o sobrero com 450kg, embora distraído foi o mais colaborador da corrida. Aqui Joaquim Bastinhas teve uma lide morna, com muito pouco a dizer. Joel Zambujeira pelo grupo de Cascais resolveu à primeira sem dificuldade.

A Luís Rouxinol coube os dois piores toiros da corrida. O primeiro do seu lote pesava 475kg, era andarilho desinteressado, distraído, não era fácil de lidar. Luís Rouxinol não deixou os créditos por mãos alheias, arregaçou as mangas e foi ultrapassando as dificuldades que o toiro apresentava. Esteve em bom plano. Para a cara deste toiro foi Roberto Ameixa dos Académicos de Elvas que concretizou à primeira tentativa. No seu segundo, de 450kg o cavaleiro de Pegões teve que pôr o que o toiro não tinha. De destacar um ferro curto e outro de palmo colocado em sorte violino. Terminou a lide do quinto da ordem, com um par de Bandarilhas que agradou ao público. Por Elvas Tiago Fernandes concretiza ao segundo intento, com o toiro a arrancar com muita pata, o forcado aguentou a viagem e o grupo fechou.

António Brito Paes recebeu o seu primeiro toiro de 465kg que saiu distraído. O facto de ser uma corrida importante e televisionada levou o cavaleiro também a puxar dos seus galões. Bregou deixou o toiro em sorte e cravou, desenvolvendo uma lide asseada. Quanto à pega estive a cargo dos amadores do Redondo em que Roberto Mataloto tenta resolver à segunda tentativa com muita dificuldade saindo da cara do toiro. Eu diria pega por consumar. No sexto e último toiro da corrida, o cavaleiro não foi tão feliz na sua prestação. O astado tinha 485kg era desinteressado, não investia no cavalo, o que dificultou a colocação dos ferros compridos. No decorrer da lide as coisas não melhoraram, o toiro não ia ao engano, o que também dificultou a colocação da ferragem curta. Fechou a corrida os amadores do redondo, Nuno Oliveira com uma pega à primeira tentativa. No final o prémio em disputa foi para esta última pega. Uma decisão muito contestada pelo público. Fizeram parte do júri, Simão Comenda, José Luís Gomes e João Patinhas.

A Doutora Ana Freixo entregou ainda uma placa ao Presidente da Câmara Municipal do Redondo.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.