Quarta-feira, 21 de Novembro de 2018
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Passanhas bem apresentados mas insonsos em Moura

Toiros Passanhas proporcionaram bom espectáculo em Moura, numa tarde de 3/4 de casa.

17 de Maio de 2010 - 12:15h Crónica por: - Fonte: - Visto: 1232
Passanhas bem apresentados mas insonsos em Moura
Foi no passado 15 de Maio de 2010 , que se realizou mais uma vez uma corrida de toiros à Portuguesa em Moura pela mão das empresa Gestoiro.
Os cavaleiros em cartel foram João Moura, Ana Batista e por último Tiago Carreiras que teve a sua alternativa no passado dia 6 do corrente mês, na malograda Catedral do toureio em Portugal, Campo Pequeno. As pegas ficaram a cargo dos Grupos Amadores de Santarém e do Real Grupo de Forcados Amadores de Moura.
A bonita e muito bem cuidade praça de toiros de Moura apresentou-se com 3/4 da sua lotação.
 
 Os toiros lidados pertenciam à ganadaria Passanha e apresentavam pesos entre 539 Kg e os 615Kg e todos eles muito bem apresentados.
 
As duas lides do cavaleiro João Moura, foram regulares, sendo que não fugiram ao que é normal no bom desempenho do cavaleiro. Também a cavaleira Ana Batista apresentou-se bem.
Por último o cavaleiro Tiago Carreiras, que conseguiu fazer vibrar o público com a sua prestação. Vem assim, este último demonstrando o seu empenho e dedicação na construção de uma carreira sólida.
 
Quanto às pegas o Grupo de Santarém pegou à primeira o seu primeiro toiro Manuel Murteira, bem como o terceiro toiro da corrida intermédio de Nelson Ramalho. O último que pertencia a este Grupo, foi pegado à segunda tentativa por João Torres.
Quanto ao Real Grupo de Forcados Amadores de Moura, foram pegados os três toiros ao primeiro intento por David Verissimo, Valter Rico e Cláudio Pereira.
O espectáculo foi dirigido com acerto e sem nada a assinalar pelo Sr. António José Martins e assessorado pelo Dr. Patacho de Matos.
Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2018 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.