Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2018
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Corrida de Gala À Antiga Portuguesa no Encerramento do Abono de 2010

Com casa Esgotada, o Campo Pequeno viveu quinta-feira, uma agradável noite, de toiros, com transmissão em directo na RTP.

03 de Outubro de 2010 - 13:14h Crónica por: - Fonte: - Visto: 1591
Corrida de Gala À Antiga Portuguesa no Encerramento do Abono de 2010

O Encerramento do Abono no Campo Pequeno ficou marcado com a Corrida de Gala à Antiga Portuguesa, com transmissão em directo na RTP. Onde assistimos ao cortejo histórico evocativo das Touradas Reais do século XVIII. Com praça esgotada participaram no cartel de quinta-feira Joaquim Bastinhas, Luís Rouxinol, João Salgueiro, Ana Batista, António Brito Paes e Tiago Carreiras. Em praça estiveram os Forcados Amadores de Montemor e Alcochete capitaneados respectivamente por José Maria Cortes e Vasco Pinto. Foi lidado um curro de toiros de Luís Rocha, bem apresentados, que deram bom jogo, proporcionando um belíssimo espectáculo na Catedral do Toureio Português.

Joaquim Bastinhas a quem coube a ingrata função de abrir a noite, andou ao seu estilo, desenhando um toureio alegre e contagiante. Andou correcto frente a um toiro de 525kg de luís Rocha que investiu no cavalo. Terminou a lide com a sua imagem de marca, o par de bandarilhas, que entusiasmou o público do Campo Pequeno. À cara do primeiro toiro da noite foi João Tavares do grupo de Forcados de Montemor que concretizou ao primeiro intento.

Seguiu-se Luís Rouxinol que atravessa um bom momento na sua carreira, teve em bom plano, imprimindo uma boa lide frente a um belíssimo toiro de Luís Rocha. O público teve consigo do primeiro ao último ferro. Para além do ferro em sorte violino terminou, a lide com o par de bandarilhas sorte em que é exímio. Por Alcochete Nuno Santana consumou à terceira, sendo que na primeira e segunda tentativa, o toiro meteu mal a cara.

A noite prometia e João Salgueiro não deixou os créditos por mãos alheias, recebendo bem o terceiro toiro da ordem que saiu menos colaborar e a cair ligeiramente para terrenos de tábuas. Partiu para o toiro encurtando distâncias deixou a ferragem da ordem. João Cabral por Montemor, mandou citou e reuniu bem à córnea com o grupo a ajudar.

Ana Batista teve por diante um exemplar de Luís Rocha que saiu distraído, e que no decorrer da lide foi-se empregando no cavalo. Ana Batista andou regular, muito aliviada, no desenhar as sortes. Daniel Silva dos Amadores de Alcochete fechou-se à terceira, com o toiro a meter mal cara na primeira e segunda tentativa.

António Brito Paes também andou com mérito, numa noite em que o peso da responsabilidade era acrescido. Durante toda a lide andou sempre pelo mesmo registo, com o toiro a partir para o cavalo, aguentando fez a batida ao piton contrário, deixou a ferragem da ordem. Numa lide que agradou bastante ao público presente. Fechou a noite do Grupo de Montemor José Maria Cortes reuniu bem à córnea, aguentando a viagem executou uma pega à segunda tentativa.

O sexto e último toiro da corrida, coube a Tiago Carreiras que não se deixou intimidar pelos, seus colegas de cartel. Andou asseado, frente a mais um bom exemplar da Herdade da Machôa que colaborou. A última pega da noite foi do Grupo de Alcochete, com Vasco Pinto a executar com perfeição uma pega rija à primeira tentativa, com o grupo a fechar bem.

Dirigiu a corrida Pedro Reinhard, assessorado pelo médico Veterinário Dr. João Infante.

Abrilhantou a corrida a Sociedade Filarmónica do Progresso e Labor Samouquense.

De louvar também o trabalho em praça dos campinos, figura importante da nossa festa.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2018 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.