Terça-feira, 21 de Agosto de 2018
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Matador de Toiros David Mora entre o Triunfo e a dor

Festas de San Fermín de 2011 - Terceira Corrida em Pamplona
09 de Julho de 2011 - 13:07h Crónica por: - Fonte: - Visto: 1685
Matador de Toiros David Mora entre o Triunfo e a dor

8,00 horas (hora local), sete horas em Portugal, teve lugar a realização do segundo Encierro das Fiestas de San Fermín, durante o qual correram por várias artérias da Cidade um curro de Toiros da Ganadaria de Cebada Gago, como sempre perigosos e muito temidos pelos Corredores. Cinco toiros de capa negra e um de capa colorau, exemplar este que colheu um jovem australiano na Arena da Praça.

Praça de Toiros de Pamplona

Sexta-Feira, 08 de Julho de 2011, terceira Corrida de Toiros das Fiestas de San Fermín, tarde temperatura agradável com mais uma lotação esgotada.

Seis toiros da Ganadaia de Cebada Gago sem classe e bravura, e bastante perigosos, comportamento que dificultou o brilho  

David Mora, podemos dizer que foi a Figura da tarde, pois foi o elemento da terna que mais se destacou ao longo da terceira corrida de toiros.

No seu primeiro poderia ter obtido um troféu, mas por ter necessidade de utilizar o estoque de descabelho perdeu o mesmo, mas alcançou depois no seu segundo e sexto da tarde, uma orelha merecedissima. Foi o matador que teve o lote mais razoável, mas igualmente perigoso como os demais toiros do curro. Perdeu a Porta Grande, e infelizmente por duas vezes teve que passar pela Enfermaria da praça, para ser observado e assistido a duas cornadas que sofreu. No seu primeiro sofreu uma cornada junto do joelho no momento em que descabelhava, e depois no seu segundo sofreu uma cornada na axila esquerda. Ambas cornadas com 5 centímetros cada.

Francisco Marco, Matador da Terra e muito admirado e acarinhado pelo seu público, pouco pôde fazer perante o lote que lhe coube lidar, o seu primeiro um exemplar sem classe e o seu segundo o quarto da tarde, foi outro exemplar de poucas condições de lide. Executou duas faenas com mérito e entrega, sem ter podido alcançar o brilho e triunfo de outras tardes.

Morenito de Aranda, viu-se uma vez mais que é um jovem matador de poderá vir a ser Figura, mas também pouco pôde fazer perante o lote que lhe coube em sorte. Executou ao longo das suas duas faenas passes de muleta de bom efeito, mas sem conseguir alcançar o brilho necessário mas o triunfo estava longe perante as dificuldades apresentadas pelo seus dois opositores.

Francisco Marco, silêncio no primeiro e silêncio no segundo;

Morenito de Aranda, silêncio no primeiro e silêncio no segundo;

David Mora, volta à arena e corte merecido de uma orelha no seu segundo.

 

Foto: Mundotoro.com

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2018 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.