Terça-feira, 22 de Maio de 2018
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Tarde Fria em Moura

Corrida integrada na XVII Feira do Bovino Mertolengo
15 de Maio de 2011 - 18:03h Crónica por: - Fonte: - Visto: 1993
Tarde Fria em Moura

Moura, 14 Maio 2011

Curro de toiros de São Martinho, em que se destacou pela positiva o 2º (lidado por Luís Rouxinol). A cavalo montou Rui Salvador, Luís Rouxinol, Manuel Ribeiro Telles Bastos, Joana Andrade, Tomás Pinto e João Maria Branco. As jaquetas foram vestidas pelos Amadores de S. Manços, Moura e Monsaraz.

 

        Na Corrida de Toiros integrada na XVII Feira do Bovino Mertolengo, a praça de Moura recebeu com as bancadas menos de meias uma corrida em que estavam em disputa dois troféus, um para a melhor lide e outro para a melhor pega da tarde. O curro de toiros da ganadaria de São Martinho apresentaram-se, em geral, com falta de força, o que fez com que a tarde tivesse pouca história. 

        O primeiro da tarde, um castanho, nascido em 2008 e marcado com o nº 35 foi recebido com três ferros compridos por Rui Salvador, mas desde o inicio se mostrou pouco colaborador com o toureiro, não transmitindo nenhuma emoção nas investidas e aguardando pelo cavalo até ao último momento. Nos curtos a história foi igual, Salvador cravou alguns ferros de mérito mas a lide nunca chegou às bancadas, o toiro apresentou-se sempre com pouca mobilidade e sem vontade de investir. Para a cara deste São Martinho partiu Rui Pelado, pelos Amadores de São Manços, que efectuou uma boa pega à primeira tentativa, fechando-se à córnea, com o toiro a arrancar-se com prontidão, a meter bem a cara no forcado e a empurrar até às trincheiras.

        Luís Rouxinol recebeu o segundo da tarde, que se viria a revelar o melhor do curro em termos comportamentais. De pelagem negro bragado, nascido em 2008 e com o número 29, saiu dos curros com “chispa”, galopando atrás da montada e Rouxinol a templar bem a sua investida. O cavaleiro de Pegões aproveitou bastante bem a mobilidade, prontidão, e fundo deste São Martinho e cravou ferros de boa nota, carregando as sortes e adornando-as com piruetas e bregas ajustadas. Para finalizar a lide cravou, o já habitual violino, seguido de um par e terminando com um ferro de palmo que deixou as bancadas de pé. Pelos Amadores de Moura foi chamado à cara Xavier Cortegano, numa pega onde o toiro se arrancou pronto e meteu bem a cara no forcado. Xavier fechou-se à barbela e consumou assim a sorte ao primeiro intento.

        Menos para contar teve o terceiro do curro, um burraco calçado, nascido em 2008 e marcado com o nº 38. Saiu dos toriles desejoso de batalha e provocou uma aparatosa colhida a um dos bandarilheiros de Manuel Ribeiro Telles Bastos, mas rapidamente revelou a sua falta de mobilidade e de transmissão. Este São Martinho cortava terrenos no momento dos ferros e revelou sentido e falta de casta, complicando a tarefa ao toureiro. O jovem cavaleiro, sem nunca se empenhar muito por puxar pelo público, andou correcto, sem cometer erros mas também sem nunca chegar aos tendidos. Depois de uma primeira tentativa onde o toiro se arrancou pronto e meteu mal a cara no forcado, Tiago Valido consumou uma pega fácil à segunda tentativa, pelos Amadores de Monsaraz. 

        Joana Andrade, tentou receber o 4º, um negro marcado com o nº 34 e nascido em 2008 cravando um ferro comprido logo à saída dos curros mas a sorte correu mal, a cavaleira falhou o toiro e seguiu-se um momento de grande perigo, com o toiro a perseguir a montada num galope interminável em volta do ruedo, que só não acabou em tragédia porque foram lançados vários capotes para dentro da arena. Temeu-se o pior! Depois disto, seguiram-se dois ferros compridos sem história e seis curtos onde Joana não conseguiu dar a volta ao seu oponente, que também se apresentou com alguma falta de mobilidade e sem transmissão no momento da reunião. Paulo Banha, pelos amadores de São Manços, depois de duas tentativas, onde o toiro travou e tirou a cara no momento da reunião, consumou ao terceiro intento, numa pega rija, onde aguentou bem os derrotes do toiro.

        O quinto da tarde saiu bastante diminuído fisicamente, sendo de imediato recolhido aos currais. Assim, Tomás Pinto lidou um sobreiro, também de São Martinho, de pelagem negro mulato, marcado com o número 23 e nascido em 2008. O Jovem cavaleiro esperou o toiro à porta dos curros e templou bastante bem o seu galope inicial. A lide não começou da melhor forma, cravando os dois compridos um pouco traseiros e o primeiro curto bastante descaído. Ouviram-se assobios nas bancadas. Mas Tomás Pinto não desanimou e partiu para os restantes curtos disposto a triunfar, arrancando de um toiro que pouco tinha para dar, quatro ferros de excelente nota, carregando as sortes e cravando “en todo lo alto”. Não satisfeito com os aplausos, finalizou a actuação com dois violinos bastante bem conseguidos que deixaram a afición de Moura rendida. Para a cara deste São Martinho partiu Carlos Sota, dos Amadores de Moura, que executou uma excelente pega, fechando-se à barbela e aguentando os derrotes e a viagem com a cara alta.

        A João Maria Branco tocou-lhe em sorte um negro bragado listón, marcado com o número 43 e nascido em 2008. Mandou recolher os bandarilheiros e cravou o primeiro comprido à saída dos curros, rematando a sorte com temple e poder, já que o toiro se arrancou com “chispa” depois do consumar da sorte. Nos curtos o toiro mostrou-se com falta de mobilidade e sem vontade de investir, ficando parado depois de João Maria Branco lhe cravar os ferros e sem transmitir emoção no momento da reunião. O jovem cavaleiro deu-lhe a lide possível, chegando mesmo a pisar terrenos arriscados para tentar chegar ao público. Pelos Amadores de Monsaraz pegou este toiro Luís Rodrigues, que consumou à primeira tentativa, uma pega que se podia ter complicado, já que o São Martinho se arrancou para o forcado com uma investida descomposta, mas acabou por meter bem a cara na reunião.

        O prémio para a melhor lide foi atribuído a João Maria Branco e o da melhor pega a Carlos Sota, dos Amadores de Moura.                       

                                                                       

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2018 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.