Terça-feira, 25 de Setembro de 2018
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

João Maria Branco destaca-se no Festival de Estremoz

João Maria Branco destaca-se no 1º Festival Taurino da Tertúlia Tauromáquica de Estremoz, numa boa tarde de toiros.
22 de Maio de 2011 - 20:45h Crónica por: - Fonte: - Visto: 1508
João Maria Branco destaca-se no Festival de Estremoz

Realizou-se na tarde de 21 de Maio um festival organizado pela tertúlia tauromáquica de Estremoz.

Em praça estiveram seis cavaleiros: Manuel Jorge de Oliveira, Francisco Cortes , Sónia Matias, Duarte Pinto, João Maria Branco e Miguel Moura quanto aos forcados estiveram os grupos de São Manços (capitaneados por Joaquim Branco) e o grupo de Monforte (capitaneados por Ricardo Carrilho )

Os novilhos eram da ganadaria de herdeiros de Cunhal Patrício

A tarde começou com um minuto de silêncio em memória do forcado António Lapa (natural de Estremoz e sócio da tertúlia tauromáquica de Estremoz).

Mas quanto às lides começou Manuel Jorge de Oliveira a tourear ao seu estilo mais antigo , cravando ferros de alto a baixo, chegando fortemente às bancadas.

A segunda lide foi para Francisco Cortes, o nervosismo que demonstrou Francisco Cortes, levou-o a receber alguns toques na montada inicial , mas com uma lide de menos a mais, acabou muito aplaudido.

A lide de Sónia Matias foi mais alegre e vistosa, com ferros centrados e espectaculares, acabou da melhor maneira possível com dois violinos.

A segunda parte da corrida começou com a lide de Duarte Pinto, teve uma lide brilhante, já que o novilho também ajudou na lide, cravando ferros ao estilo de seu pai, acabou sendo muito aplaudido, apesar de ter estado melhor em Elvas.

O publico na bancada estava muito adormecido até chegar João Maria Branco.

O triunfador da tarde foi de facto João Maria Branco que sem antecedentes taurinos vem demonstrando corrida após corrida que pode chegar a figura de toureio, estando muito metido sempre na lide, com ferros muitos frontais, preocupando-se por fazer uma boa lide na sua terra natal, tão boa foi a lide que o publico pediu-lhe para cravar outro ferro, assim fez o cavaleiro, terminando com um ferro espectacular.

A ultima lide foi para o mais novo dos Mouras. Miguel Moura esteve bem com o novilho mas algo desacertado no momento da cravagem.

Quanto à forcadagem pegaram por São Manços: Arménio Reis , à 2ª tentativa, Pedro Santos à 1ª tentativa e João Rocha à 2ª tentativa .

Quanto a Monforte foram caras: Rui Ruço à 1ª tentativa, Fábio Derreado à 1ª tentativa e Luís Aranha , à 1ª tentativa.

O espectáculo foi agradável e com bom ritmo, com boa entrada de publico, onde o ganadeiro está de parabéns pelo curro enviado.

Os + :

Lide de João Maria branco

Actuação do grupo de forcados de Monforte

A boa organização do espectáculo .

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2018 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.