Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2018
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Festival agradável na abertura da temporada no Coliseu de Redondo

Festival agradável na abertura da temporada no Coliseu de Redondo com João Maria Branco a passar com distinção na Prova de Praticante.
07 de Março de 2011 - 12:36h Crónica por: - Fonte: - Visto: 1847
Festival agradável na abertura da temporada no Coliseu de Redondo

O Coliseu de Redondo abriu portas no dia 5 de Março para um Festival de Beneficência a favor dos Bombeiros locais.

A praça contou com pouco mais de meia praça para assistir a uma "mostra" de jovens toureiros.

Em praça estiveram a cavalo os praticantes Ana Rita, Tiago Martins, Alexandre Gomes (substituir a lesionada Verónica Cabaço), Mateus Prieto e os amadores que tiravam a prova de praticante João Maria Branco e Maria Mira. As pegas ficaram a cargos dos Amadores de Arronches, Redondo e Alandroal.

Abriu praça a cavaleira Ana Rita que recebeu muito bem o novilho levando-o entretido na sua montada. Ao colocar o primeiro comprido sofreu um violento toque na montada resultado num ferro muito descaído. Quanto ao resto da ferragem foi algo irregular e com vários toques na montada. No entanto revela um bom andamento fruto da sua intensa temporada em Espanha.

Tiago Martins teve uma passagem discreta por Redondo. Nos compridos cumpriu e nos curtos andou discreto com ferros colocados a cilhas passadas e com pouca ligação ás bancadas.

Alexandre Gomes deixou bom ambiente na vila alentejana. Um pouco desconhecido e com presença inesperada em virtude da lesão de Verónica Cabaço, Alexandre realizou uma lide muito agradável, templada, com as sortes a serem bem preparadas e rematadas.

Mateus Prieto mostrou um bom andamento com as montadas muito bem arranjadas. Chegou facilmente ás bancadas com sortes bem realizadas e rematadas. Fechou a lide com os habituais ferros violino e de palmo, deixando antever uma temporada muito sólida.

João Maria Branco foi o primeiro dos cavaleiros amadores a tirar a Prova de Praticante e podemos dizer sem dúvida, que passou com distinção, depois de determinadas provas idênticas que temos assistido onde a qualidade deixa muito a desejar, o cavaleiro de Estremoz mostrou como se toureia bem à portuguesa. Recebeu o novilho à "porta gaiola" num bom ferro e nos curtos preparou as sortes, cravou e rematou os como poucos profissionais. É sem duvida um cavaleiro a ter em conta para o futuro.

Maria Mira que tirava também a Prova de Praticante, não teve ao nível do anterior cavaleiro. Mostrou-se nervosa no início da lide, mas creio que o facto de ter de aguardar pelo "sobrero" após o novilho Pinto Barreiros sair diminuído à arena, prejudicou um pouco a cavaleira. Maria deparou-se com um novilho com muito sentido e consentiu alguns toques na montada. Nos curtos a cavaleira mostrou-se mais tranquila e mostrou bons pormenores. De louvar o facto da cavaleira recusar a volta a arena, em resultado de uma lide menos bem conseguida.

Quanto aos forcados os Amadores de Arronches, Redondo e Alandroal tiveram uma tarde sem problemas de maior. Pegaram por Arronches Manuel Maria e Paulo Florentino à primeira. Pelo Redondo pegaram Hugo Figueira e Carlos Polme à primeira. Pelos forcados do Alandroal pegaram João Rodrigues à terceira e Mário Pinto à primeira.

Foram lidados novilhos das ganadarias Samuel Lupi, Canas Vigouroux, Luís Rocha e Falé Filipe, que deram na sua generalidade um bom jogo.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2018 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.