Terça-feira, 21 de Agosto de 2018
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

A corrida do Fogareiro a última da Moita com os terroríficos Campos Peña

Numa casa quase cheia, a Corrida do Fogareiro encerrou a Feira da Moita com uma grande lide de Vítor Ribeiro e com a classe de Telles Bastos frente a um curro de toiros de Campos Peña.
17 de Setembro de 2011 - 17:59h Crónica por: - Fonte: - Visto: 4060
A corrida do Fogareiro a última da Moita com os terroríficos Campos Peña

Terminou a feira da Moita com uma casa quase cheia e com um cartel variado e de expressão diferente. Foi a corrida do fogareiro a mais completa e de melhor resultado de toda a feira, que terminou com uma grande actuação de Manuel Telles Bastos e com dois grupos de forcados de excepção a pegarem robustas locomotivas.

O curro de Campos Peña estava muito bem apresentado e tinha pesos elevadíssimos. No geral cumpriram durante toda a corrida. No total viram-se três ferros diferentes nos sete exemplares lidados.

 Abriu praça o cavaleiro Joaquim Bastinhas para lidar o primeiro exemplar de Campos Peña, de 610Kg de peso. A lide de Bastinhas foi entediante e frente a um oponente que nunca quis reunir, o cavaleiro de Elvas nunca conseguiu dar a volta ao exemplar que tinha por diante, cravando a cilhas passadas, ou pescando a ferragem. Terminou com um par de bandarilhas que colocou no corredor e que adocicou uma lide até então pouco emotiva e sem música.

O segundo exemplar de Campos Peña, tinha também 610Kg de peso e foi recebido por António Telles. O cavaleiro da Torrinha teve por diante um toiro desinteressado e que deu trabalho em demasia para ser lidado. Como é seu timbre, bregou com galhardia e classe, e colocou a ferragem de forma exacta, elaborando uma lide agradável mas sem romper em excesso nas bancadas. Terminou com um grande ferro colocado de alto a baixo, num exemplar que partiu com gosto e reuniu humilhando.

Rui Salvador recebeu um toiro com 605Kg que entrou em praça desinteressado e que foi subindo em entrega com o decorrer da lide. Assim, o cavaleiro de Tomar aproveitou as condições crescentes do hastado e também ele elaborou uma lide agradável, que foi de menos a mais  em paralelo com o oponente. Destacam-se em grande nota, os terceiro e quinto ferros, que exigiram o retirar o oponente das tábuas, fixando-o com eficácia e cravando de forma limpa. Uma boa actuação de Rui Salvador.

Vítor Ribeiro recebeu o melhor exemplar da corrida até então, com 565Kg. O toiro entregou-se de início ao fim e levou o cavaleiro a elaborar uma grande lide que entusiasmou em sobejo a praça. Os seus ferros foram todos muito parecidos, com cites de praça a praça, esperando o arranque do oponente, cravados ao piton contrário, correctos em colocação, rematados com elegância e sem tempos mortos. Magnífica lide de Vítor Ribeiro, com o toiro e a montada numa ligação permanente e de grande verdade.

Gilberto Filipe, recebeu um bonito toiro aldinegro, com 600Kg algo reservado. A lide podia ter sido bem melhor do que o seu resultado final por vários motivos. Primeiro, porque insistiu em tourear com quiebros, executados a milhas do oponente, sem resposta a reunir, passando demasiadas vezes em falso, obrigando o cavaleiro a entrar nos terrenos do toiro, coisa que nunca fez. Segundo e após colocar dois melhores ferro da sua lide, insistiu em aparecer para colocar mais, num oponente sem vontade. Sem o bom senso de se retirar a tempo, ainda quis colocar outro e ouviu das bancadas uma sonora demonstração para se retirar em definitivo.

Filipe Gonçalves, teve pela frente um manso de 570Kg e a sua lide teve dois momentos diferentes, antes e depois da entrada em praça do “bate palmas”. Se até ao Zidane surgir o público nem reagia a cada ferro que executado, as palmas do equídeo tiveram o condão de activar as bancadas, puxando pela lide do furacão algarvio que até aí não possuía a classificação de tempestade. Após um ferro curto e um de palmo em terrenos cambiados, terminou a lide com um par de bandarilhas, de execução dificil que se excedeu e muito no tempo, tornando a lide longa e retirando-lhe o capital conquistado.

A grande lide da noite estava reservada para o final. Manuel Telles Bastos recebeu o mais pesado toiro da corrida e de toda a feira, com 660Kg. Sempre de tricórnio colocado, afinal é para isso mesmo que ele serve, elaborou uma lide com grande rectidão, verticalidade a montar, com a mão esquerda na montada, mão direita no ferro, sem tempos mortos e sem excessos desnecessários, pondo todo o protagonismo na ferragem. Após três magníficos ferros compridos à tira, colocados com uma exímia exactidão, colocou cinco curtos sempre de frente, sem perder a noção nem dos espaços nem dos tempos e com colocações exactas. Numa altura em que o rejoneo se apodera da nossa tauromaquia, Manuel Telles Bastos responde com uma lide limpa de grande verticalidade de processos, dizendo que há na nova geração quem se preocupe com os fundamentos do toureio e mostrando na maior e melhor feira taurina do país, que merece mais e melhores carteis para espalhar a sua classe. Que grande lide!

 Pelo Grupo de Forcados Amadores de Santarém, João Torres pegou à segunda tentativa, fechando-se à barbela, numa viagem que fugiu ao grupo pela direita e de cara sempre levantada.

João Goes também pegou à segunda tentativa, fechando-se á barbela, com as ajudas mais próximas, numa viagem muito dura e com o grupo a aparecer para consumar.

António Imaginário viu o toiro partir cheio de pata, acoplando-se de imediato, numa viagem que atravessou todo o grupo, que foi um a um sacudido, realizando uma grande pega à primeira tentativa.

João Brito realizou uma duríssima pega ao mais pesado da corrida, à segunda tentativa, numa violenta viagem que só acabou em tábuas.

Pelo Grupo de Forcados Amadores de Alcochete, Ruben Duarte viu o toiro arrancar de imediato assim que se virou, reunido à barbela, aguentado uma série de derrotes muito violentos e com o grupo a aparecer para consumar.

Nuno Santana, elaborou um bonito cite com o toiro a arrancar ao segundo mando, fechou-se à barbela, numa rija pega à primeira tentativa, onde aguentou todas as maldades que o toiro lhe incutia, com a córnea sempre nos braços. Bem o grupo a aparecer para consumar.

O cabo Vasco Pinto, realizou uma grande pega à segunda tentativa. Como se um motor de velocidades o toiro fosse, assim que sentiu o forcado foi sempre pondo mudanças durante a viagem, maltratando o forcado, que teve braços, garra e uma valentia maior que o motor que lhe embatera.

Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita

Em praça os Cavaleiros Joaquim Bastinhas ,António Telles ,Rui Salvador ,Vitor Ribeiro, Gilberto Filipe ,Filipe Gonçalves ,Manuel Telles Bastos Forcados Amadores de Santarém e Alcochete Ganadarias Campos Peña
17 de Setembro de 2011 - 00:00h Galeria fotográfica por: arsenio Franco - mais fotos em WWW.ARSENIOFOTOGRAFIA.SMUGMUG.COM
Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita Imagens da Ultima corrida da feira taurina da Moita
Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2018 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.