Segunda-feira, 21 de Maio de 2018
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Tarde dura para os Amadores de Coruche na Comemoração dos 40 Anos

Meia praça em Coruche para a Tradicional Corrida de Toiros da Feira de S. Miguel e Comemoração dos 40 anos dos Amadores de Coruche.
26 de Setembro de 2011 - 12:40h Crónica por: - Fonte: - Visto: 1598
Tarde dura para os Amadores de Coruche na Comemoração dos 40 Anos

Meia praça em Coruche para a Tradicional Corrida de Toiros da Feira de S. Miguel e Comemoração dos 40 anos dos Amadores de Coruche.

O cartel estava muito bem montado com três mestres do toureio nacional, Joaquim Bastinhas, António Ribeiro Telles e Rui Salvador.

As pegas ficaram a cargo dos Amadores de Coruche que pegaram a solo um imponente e bem apresentado curro de toiros da ganadaria Murteira Grave, com o peso a oscilar entre os 535Kg e os 605Kg.

Abriu praça o “popular” Joaquim Bastinhas. Na sua primeira lide Bastinhas não teve grande matéria-prima pela frente, levando o cavaleiro a limitar-se à colocação ferragem da ordem, sem a habitual “alegria” que o cavaleiro já nos habituou. Na sua segunda lide Joaquim Bastinhas teve um desempenho dentro do seu habitual registo, chegando com facilidade ao público com ferros bem executados, terminando a lide com uma “rosa” e um bom para de bandarilhas.

António Telles a jogar em casa na primeira lide sentiu um pouco a dureza dos “Graves” quando permitiu um toque violento na montada já na série dos curtos, no entanto andou regular com sortes bem executadas. No segundo toiro do seu lote António Telles esteve magistral! O cavaleiro da Torrinha teve pela frente um toiro digno de indulto e do princípio ao fim fez uma lide à “antiga portuguesa”. Preparou bem as sortes, executou e rematou os ferros de forma exímia, tendo o justo reconhecimento do público com duas voltas à arena.

Rui Salvador também teve uma passagem muito agradável por Coruche, nomeadamente, no primeiro toiro. O cavaleiro de Tomar teve pela frente um oponente reservado que mesmo assim não tirou qualquer brilho à actuação do cavaleiro, que acabou por ser uma lide agradável fruto do empenho do cavaleiro. No último toiro da corrida Rui Salvador iniciou a lide com um excelente ferro comprido o que fazia antever uma grande lide. No entanto na ferragem curta o oponente veio a menos e era necessário pisar os terrenos de compromisso, levando o cavaleiro a sofrer uma aparatosa colhida que poderia ter tido consequências muito graves para cavalo e cavaleiro, felizmente parece que tudo não passou de um enorme susto.

Em tarde dos 40 anos de aniversários os Amadores de Coruche sentiram bem a dureza da imponência dos toiros da Herdade da Galeana.

Pegaram José Tomás à primeira, após dobrar o cabo Amorim Ribeiro Lopes a sair lesionado após duas tentativas; Mário Rosa e Mário Ribeiro Lopes de cernelha, após três tentativas de Pedro Galamba; Luís Gonçalves à primeira; Alberto Simões à primeira e Ricardo Dias à segunda.

Quanto aos toiros da divisa Murteira Grave, todos eles estavam muito bem apresentados, já em comportamento foi excelente o quinto da tarde, valendo a chamada do ganadeiro Dr. Joaquim Grave a dar a volta à arena com cavaleiro e forcado.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2018 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.