Terça-feira, 20 de Novembro de 2018
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Luis Rouxinol triunfa na primeira da Temporada em Setúbal

Primeira Grande Corrida de Toiros Casa Ermelinda Freitas
08 de Julho de 2012 - 13:53h Crónica por: - Fonte: - Visto: 1370
Luis Rouxinol triunfa na primeira da Temporada em Setúbal

Realizou-se na passada sexta-feira na Centenária Praça de Toiros “Carlos Relvas” em Setúbal, a Primeira Grande Corrida de Toiros Casa Ermelinda Freitas, corrida que mereceu honra televisiva ao ser transmitida em direto pelo Canal 1 da RTP.

Corrida cujo cartel era bem aliciante dado ser constituído por três cavaleiros profissionais que presentemente executam bem a sorte de bandarilhas a duas mãos, como são Joaquim Bastinhas, Luis Rouxinol e Filipe Gonçalves, três Grupos de Forcados com tradição na nossa festa, Amadores do Ribatejo, Amadores do Montijo e Amadores de Beja. Um curro de toiros de uma das mais Prestigiadas Ganadarias Portuguesas Herdeiros de António da Silva de Coruche.

Corrida que despertou bastante interesse junto da afición, pelo que preencheu cerca de três quartos fortes da lotação, o único setor de menor assistência era o dois, pois os restantes estavam bem preenchidos em especial a bancada do sol, mesmo se sabendo com antecedência que a corrida seria transmitida em direto pela RTP.


Foi agradável ver a forma como muitos aficionados resolveram assim marcar presença e assistir a esta corrida, dando igualmente um colorido e um bom aspeto no preenchimento das bancadas e mostrando ao Empresário que que estão com Ele, que acreditam que Setúbal ver de novo boas Corridas de Toiros como em tempos não muito distantes era habitual ver-se nesta praça de toiros.

Durante as cortesias foi feito um minuto de silêncio em memória do Engº. António Silva, que faleceu na quinta-feira devido a doença prolongada.

Passamos a descrever o que efetivamente foi esta corrida de forma aliviada:

Joaquim Bastinhas, foi o primeiro cavaleiro a atuar e coube-lhe lidar o primeiro toiro da noite com o peso de 590 quilos, exemplar com muita pata, que proporcionou bons momentos de toureio a esta cavaleiro, cravou dois ferros compridos de boa qualidade, tendo este exemplar a tendência para se adiantar, algumas vezes, apertando um pouco com o cavaleiro e sua montada.

Na série de curtos cravou três ferros, com destaque para o terceiro que foi quanto a nós o seu melhor nesta lide. Teve uma atuação com bons momentos de toureio, agradando a uma boa parte do público. Não teve toiro como poderia desejar, visto que o mesmo foi de mais a menos. O público ainda pediu para cravar um par a duas mãos, mas entendeu e bem o cavaleiro sair sem cravar o habitual par de bandarilhas. Pese o facto de ter levado alguns toques na montada gostámos da prestação deste cavaleiro.

Luis Rouxinol, lidou o segundo toiro da noite com o peso de 580 quilos, começou a sua lide cravando dois ferros compridos de boa qualidade, na série dos curtos cravou cinco curtos, o primeiro foi muito bom, sendo o terceiro em sorte de violino e os restantes igualmente de bom nível, terminou a sua atuação com um bom par a duas mãos. Mostrou perante este toiro porque neste momento é um cavaleiro que corrida a corrida vem triunfando com força, teve uma atuação agradável, podendo ser de êxito total se não tem sofrido um violento toque na montada.

Filipe Gonçalves, lidou o terceiro toiro com o peso de 540 quilos, deu início à sua atuação cravando dois ferros compridos de boa nota, passou para a série dos curtos e cravou alguns bons ferros como os ferros colocados em primeiro e terceiro lugares, finalizou a sua atuação com um par de bandarilhas. Atuação agradável pena ter deixado a montada sofrer alguns toques.

Joaquim Bastinhas, lidou o quarto toiro da noite com o peso de 502 quilos, deu início à lide cravando dois ferros compridos, ficando o primeiro ligeiramente descaído, redimiu-se e o segundo foi de boa qualidade, na série de curtos cravou quatro ferros tendo tido sempre o cuidado de bregar e de cuidar das reuniões cravando alguns ferros de qualidade como o terceiro em especial. Terminou a sua atuação com um par a duas mãos. Atuação bem mais agradável que a primeira e de melhor qualidade.

Luis Rouxinol, lidou o quinto toiro da noite com o peso de 550 quilos, iniciou a sua atuação com dois ferros compridos, deixando dois bons ferros, passou para a série dos curtos, cravando quatro bons ferros. Depois em termos de finalização cravou um par de bandarilhas e a pedido do público um ferro de palmo. Atuação triunfal perante este toiro.

Filipe Gonçalves, lidou o sexto e último da noite com o peso de 570 quilos, na série dos compridos deixou dois bons ferros, passou para a série de curtos, e cravou quatro ferros, sendo o terceiro e quarto muito bons, sendo este último em sorte de violino.

Quanto às atuações dos três Grupos de Forcados, nenhum dos grupos teve tarefa fácil.

O Grupo do Ribatejo pegou o primeiro e quarto toiros, no primeiro foi forcado da cara o cabo João Machacaz, que pegou à primeira tentativa numa pega de rija, estando bem a citar, recuar trazendo toureado o seu oponente e depois reunindo bem e assim se fechar na cara do toiro com a ajuda do grupo junto da trincheira. Ao quarto da noite segundo do seu lote, foi forcado da cara João Afonso Gonçalves que só conseguiu consumar a pega à terceira tentativa com ajuda carregada.

O Grupo do Montijo, o segundo e quarto toiros, no segundo foi à cara o forcado  Carlos Morais que consumou a pega à terceira tentativa com boa ajuda do grupo, no quinto da noite foi o mesmo pegado e muito bem à primeira tentativa pelo forcado Isidoro Cirne.

O Grupo de Beja, pegou o terceiro e sexto toiros, no terceiro foi à cara o forcado João Fialho que pegou e bem à primeira tentativa, no sexto e último da noite foi forcado da cara Hugo Santana  que pegou à terceira vez.

Nesta Corrida houve diversos brindes, entre os quais entendemos aqui mencionar alguns, embora todos tenham sido brindes merecidos, mas é sempre de louvar quando os artistas em praça se lembram de certas e determinadas personalidades que assistem à Corrida, como foram aqui o caso da Presidente da Câmara Municipal de Setúbal a quem o cavaleiro Filipe Gonçalves brindou a lide do seu primeiro toiro.

Luis Rouxinol brindou a lide do seu primeiro à Drª. Leonor Freitas proprietária da Casa Ermelinda Freitas.

O forcado João Fialho, brindou a sua pega à neta do Ganadeiro falecido Engº. António Silva.

Houve ainda outros tantos brindes de merecido relevo com um feito à Equipa da RTP, por tudo quanto tem feito em prol da Festa de Toiros.

Havia dois Troféus em disputa, um para a Melhor Lide a Cavalo e um para a Melhor Pega.

Decidiu o júri eleger como Triunfadores da noite:

Melhor Lide - Luis Rouxinol pela lide ao seu segundo toiro (quinto da noite) que foi sem dúvida alguma o melhor toiro da noite

Melhor Pega – João Machacaz cabo do Grupo de Forcados Amadores do Ribatejo (pega executada no primeiro toiro da noite)

Os toiros escolhidos e lidados nesta corrida com exceção para o lote do cavaleiro Joaquim Bastinhas, que foi o lote menos bom, cumpriram na generalidade. Estavam muito bem apresentados.

Dirigiu a corrida o Delegado do IGAC, o Senhor Ricardo Pereira, assessorado pelo Dr. Carlos Santos, Médico Veterinário.

Os toiros foram recolhidos, pelos campinos João Inácio “Janica” da Casa de António Silva e “Café” da Casa de David Ribeiro Telles, os quais mostraram bom trabalho de campo, pois estiveram sempre muito bem na recolha dos toiros, recolha desta feita sem qualquer intervenção de um bandarilheiro com o capote. Foi muito agradável ver a forma com estes dois campinos conduziram e recolheram os cabrestos e os toiros de volta aos curros no final de cada pega. Estão ambos de PARABÉNS.

A corrida foi abrilhantada pela Banda da Sociedade Imparcial de 15 de Janeiro de 1898 de Alcochete

Com o sucesso que esta primeira Grande Corrida de Toiros da Casa Ermelinda Freitas teve, e ainda para mais sendo televisionada, está de parabéns a Patrocinadora Dr. Leonor Freitas, o Empresário Senhor João Pedro Bolota e a RTP.

Quem se deslocou à Praça de Setúbal, saiu satisfeito com a agradável noite de toiros que de novo se pôde viver nesta Praça de Toiros, da qual o público andava arredado nos últimos anos.

A equipa do Taurodromo.com quer aqui deixar expresso o agradecimento pela forma cordial como é recebida em todas as praças pela Empresa do Senhor João Pedro Bolota.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2018 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.