Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2018
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

"Toiros cada vez mais brutos" para Luís Rouxinol, o Irredutível!

Meia casa na Corrida de Exaltação ao Moço de Forcado, segundo festejo da Feira de Maio da Moita 2012, com Luís Rouxinol numa grande tarde, com emoção e muita arte com "toiros cada vez mais brutos".
28 de Maio de 2012 - 20:39h Crónica por: - Fonte: - Visto: 5268

A Corrida de Exaltação ao Moço de Forcado, segundo festejo da Feira de Maio da Moita 2012 e uma das três corridas a acontecer em simultâneo, registou uma meia casa nas renovadas bancadas da Daniel do Nascimento, que assistiu a uma boa tarde de toiros, numa corrida que teve ritmo, bons momentos de toureio e um Luís Rouxinol que continua irredutível para a concorrência nesta temporada, somando sólidos triunfos consecutivos, com ferros de risco e outros de antologia, imprimindo uma competição séria e destemida. E que bem que sabe ver competição em praça. Rouxinol subiu tanto mas tanto a bitola (no Campo Pequeno, em Vila Franca e agora na Moita), que em futuros festejos, aquele que não se arrimar e que não queira competir, arrisca-se a estar presente apenas para encher cartel.

Tarde dura e valente para os dois grupos de forcados, que enfrentaram um curro Murteira Grave, negros de capa e que aparentou ter mais peso do que o anunciado. Como se não bastasse, o piso da praça, principalmente no centro do ruedo encontrava-se demasiado pesado e solto, tantas foram as vezes que ao recuarem os forcados da cara e os ajudas, foram caindo na arena desamparados por sucessivos tropeções.

António Telles recebeu o primeiro do seu lote que apresentava 530Kg de peso. O cavaleiro da Torrinha andou sempre ligado com o desinteressado oponente, numa brega de mestria, fixando o astado e preparando com excelência as sortes. O primeiro e o terceiro curtos têm a sua inconfundível assinatura e deu o mote para a corrida. Durante a troca de montadas, o bandarilheiro António Bastos efectuou um trabalho notável ao segurar o toiro, com o mínimo de capotazos (apenas um), e quando se deu o regresso do cavaleiro, os que deu não obrigaram o oponente a esforços desnecessários.

O segundo tinha 550Kg de peso, muito reservado e nunca quis reunir. António Telles empregou-se a fundo para dar a volta ao oponente, o que lhe valeu um ferro falhado e um toque no terceiro curto. Sem nunca se furtar ao combate, o cavaleiro da Torrinha conseguiu extrair finalmente os proveitos de todo o labor nos seus dois últimos ferros.

Rui Salvador foi quem teve mais azar com o lote. O primeiro, um bonito toiro de formas bem definidas com 550Kg, apresentou-se com fijeza mas com pouca mobilidade. O cavaleiro de Tomar esteve sempre por cima do oponente, mostrando-se no cite e dando-lhe toda a iniciativa. Só que o Grave nunca aceitou o desafio, foi perdendo cada vez mais a pouca mobilidade que trazia, complicando a vida ao cavaleiro. O seu último ferro é magnífico, entrando pelos terrenos a dentro e colocado de cima para baixo.

O segundo de Rui Salvador, era andarilho e tinha 540Kg de peso. Foi dura a lide, com o oponente sempre cortar caminho com maldade, com as sortes a resultarem aliviadas e emendadas perante as características do oponente.

Luís Rouxinol está a desafiar a crise e quer obrigar os aficionados a romarias para o verem actuar desde Albufeira até Vinhais. É certo que teve o melhor lote mas tirou proveito do mesmo. Pôs ainda mais picante nas lides e rubricou duas grandes actuações. Foi a resposta ao rejoneio, com emoção e muita arte com “toiros cada vez mais brutos”. Na primeira, um bragado meano com 570Kg de peso que perseguia a montada a gosto e de rabo arqueado, fez a banda soar logo ao terceiro comprido. Sem tempos mortos na lide e apesar do oponente encurtar caminho, o cavaleiro de Pegões andou sempre correcto nas distâncias, de brega templada na garupa, mostrando-se no cite, abrindo o quarteio no momento exacto, cravando a ferragem sem defeitos e arrancando os aplausos mais ruidosos até então.  

No segundo, Rouxinol surgiu como que insatisfeito com o sucesso, ordenou a saída da quadrilha, viu o oponente de 550Kg de peso parar na porta dos sustos, fitando o cavaleiro, para arrancar com pata para uma espectacular sorte de gaiola junto ao sector 1. As bancadas aplaudiam fervorosamente a sorte, ainda o cavaleiro dava três voltas à arena, sempre com o oponente a grande velocidade no seu encalço. A verdade na lide foi uma constante e quando Rouxinol se preparava para abandonar a praça, a mesma exigiu o par de bandarilhas em falta, que resultou espectacular e ao estribo, deixando a Daniel do Nascimento louca e exigindo novo ferro em uníssono. Terminou uma grande actuação com um ferro de palmo e na volta à arena foi buscar o ganadeiro para o acompanhar.

A tarde adivinhava-se dura para a forcadagem e Ricardo Dias pelos Amadores de Coruche foi para a cara do primeiro Grave, que levantava as mãos a reunir e complicou o sucesso da pega. Foi dobrado por Luís Gonçalves que à terceira tentativa reuniu à córnea e suportou os violentos derrotes.

Alberto Simões efectuou um bonito e silencioso cite, sem alaridos e com a praça a corresponder. Pegou ao segundo intento, com o toiro a partir a mando, reunido à córnea, com o astado a humilhar uma barbaridade e com o grupo a consumar.

José Peseiro ajeitou o barrete e viu o Grave virar-se e arrancar de imediato. Reuniu à barbela num embate rijo e com o grupo a fechar a pega à primeira tentativa.

Os Amadores do Aposento da Moita enviaram José Henriques para a cara do segundo da corrida. O toiro arrancou a medir para uma reunião à córnea, numa viagem a direito para o grupo, que consumou de imediato ao primeiro intento.

José Maria Bettencourt realizou também ele uma pega à primeira. O toiro partiu pronto e acoplou-se de forma perfeita, numa barbela rija e magnífica, com o grupo a demonstrar coesão e a resolver sem problemas de maior.

Fechou a corrida o cabo Tiago Ribeiro à quarta tentativa, com as ajudas muito carregadas, perante um oponente que desviava a cara a reunir, dificultando muito a vida do grupo.

Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012

Em praça os Cavaleiros, António Telles, Rui Salvador, Luís Rouxinol. Os Forcados Amadores de Coruche e Aposento da Moita pegaram os toiros da Ganadaria Murteira Grave
28 de Maio de 2012 - 09:37h Galeria fotográfica por: Arsénio Franco - arseniofotografia@gmail.com
Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012 Imagens da corrida da Moita, 27 de Maio de 2012
Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2018 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.