Segunda-feira, 23 de Julho de 2018
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Amadores de Beja Vencem troféu em Garvão

Os Amadores de Beja foram os justos vencedores do Prémio câmara Municipal de Ourique na corrida de toiros que se realizou ontem à tarde, em Garvão.
12 de Maio de 2013 - 22:19h Crónica por: - Fonte: - Visto: 1935
Amadores de Beja Vencem troféu em Garvão

O calor que é típico nesta altura do ano no Alentejo levou meia casa forte à praça de toiros Dr. António Semedo, em Garvão.

Nas bancadas ouviam-se os habituais burburinhos frenéticos para assistir a mais uma tarde de toiros.

O ambiente prometia!

Joaquim Bastinhas lidou o primeiro Pégoras da tarde que desde cedo procurou querência junto às tábuas, cravando o segundo comprido no corredor. A restante lide exigiu preparação das sortes e também perspicácia do toureiro para deixar a ferragem curta. Frente ao segundo do seu lote, a lide não teve o mesmo sabor. Resultou insonsa e irregular.

Tito Semedo foi a grande surpresa da tarde, vinha com ganas de triunfar. Imprimiu duas boas lides como há muito não o via executar. O primeiro toiro do seu lote recebeu-o à porta gaiola aguentando uma forte carga do Pégoras, deixando o toiro em sorte cravou o primeiro comprido. O Segundo comprido citou de largo e o toiro minimamente correspondeu. A restante lide foi pautada, por sortes cambiadas, um violino e um ferro de palmo em terrenos de compromisso. A segunda lide também se manifestou agradável, encurtou distâncias deixou 5 ferros de boa nota que agradaram ao público.

Marcos Bastinhas Jr. Teve por diante na primeira parte da corrida o melhor toiro da tarde o que mais acudiu ao cavalo, arrecadando uma lide agradável, embora sem a sua alegria habitual. O segundo do seu lote saiu manso e maldoso a fechar-se em tábuas não se fixando no cavalo. O cavaleiro resolveu bem a papeleta.

Quanto às pegas:

 Os amadores de Cascais pegam ao segundo intento por intermédio do cabo Joel Zambujeira, e ventura Doroteia à primeira tentativa a receber bem o toiro, e o grupo a ajudar com coesão.

 Póvoa de S. Miguel executa duas pegas, uma através do forcado Albino Martins à quarta e a sesgo, enquanto Fábio Madeira executa uma cernelha após seis tentativas que não resultaram.

Guilherme Santos pelos amadores de Beja concretiza à primeira com o forcado da cara a fechar-se à córnea e o toiro a entrar pelo grupo. José Miguel Falcão arranca também uma pega ao primeiro intento.

Recordo que em disputa estava o prémio Câmara Municipal de Ourique para o melhor grupo em praça, sendo os Forcados Amadores de Beja os justos vencedores pelo seu desempenho.

 

Os Pégoras com idades entre o quarto e cinco anos saíram bem apresentados, de comportamento desigual (mansos) à excepção do segundo, terceiro e quinto toiro da ordem.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2018 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.