Sábado, 18 de Novembro de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Grande Corrida de Toiros "Porta da Ravessa"

Encerramento da Temporada no Coliseu do Redondo
03 de Novembro de 2013 - 17:50h Crónica por: - Fonte: Taurodromo.com - Visto: 1054
Grande Corrida de Toiros

Sábado, 02 de novembro de 2013, Grande Corrida de Toiros “Porta da Ravessa” para encerramento da temporada na vila do Redondo, este ano numa data diferente da habitual e de anos anteriores, pelo facto de o dia 1 Dia de Todos os Santos, ter deixado de ser feriado nacional.

Cartel composto pelos cavaleiros António Telles, Rui Fernandes e Vitor Ribeiro, os Grupos de Forcados Amadores de Coruche e Redondo, e um curro de toiros com o ferro e a divisa de Pinto Barreiros.

Com cerca de meia casa, teve início às 16 horas e 30 minutos, esta agradável corrida de toiros

António Telles, lidou o primeiro toiro da tarde, de capa preta e com o peso de 430, mas creio que este toiro tinha mais peso que o anunciado, estava marcado com o número 299, do ano de 2009, por conseguinte com 4 anos cumpridos, não começou da melhor forma a sua atuação, já que no primeiro comprido, sofreu um toque na montada, mas depois, melhorou a partir do segundo ferro comprido que foi um ferro de muita qualidade, também foi bom o segundo. Na série dos curtos, cravou ferros com bastante qualidade com destaque para o primeiro e quarto, pena ter sofrido novo toque na reunião ao cravar o segundo ferro. Mesmo assim foi uma atuação de grande qualidade.

Rui Fernandes, lidou o segundo toiro de capa preta, com o peso de 490 quilos, o número 278 e do ano de 2009, esteve bem durante a sua primeira atuação, cravando dois ferros compridos muito bons, na série dos curtos cravou cinco ferros, com destaque maior para o primeiro e terceiro. Grande atuação deste cavaleiro da Charneca da Caparica.

Vitor Ribeiro, que fez ontem anos e por isso escutou a música de parabéns na interpretação da Banda de Musca presente, música acompanhada com fortes palmas por parte dos inúmeros aficionados presentes. Lidou o terceiro toiro de capa pisco, (quer dizer castanho avermelhado), com o peso de 453 quilos, o número 288 e ano de 2009, começou a sua atuação cravando três ferros compridos, com destaque para o segundo, na série dos curtos cravou quatro ferros com destaque para o segundo e terceiro, sendo o melhor da série o quarto e último ferro em sorte de violino. Atuação agradável deste cavaleiro.

António Telles, lidou o quarto toiro de capa castanha (retinto ou fusco, castanho escuro), listão, com o peso de 520 quilos, o número 293 e do ano de 2009, cravou na série dos ferros compridos dois bons ferros com destaque para o segundo. Na série dos curtos cravou cinco ferros com destaque maior para o primeiro, terceiro e quinto. Atuação com alguns apuros por o toiro ter muita pata, e carregar muito, procurando atingir o cavalo, mas à parte destes momentos o cavaleiro da Torrinha teve uma atuação agradável

Rui Fernandes, lidou o quinto toiro de capa flava (castanha olho de perdiz), com o peso de 450 quilos, o número 282 e do ano de 2009, cravou dois ferros compridos com destaque para o primeiro pois o segundo ficou descaído e traseiro, na série dos curtos cravou cinco ferros com destaque para os ferros terceiro e quarto e para o par de bandarilhas a finalizar a sua prestação. Atuação de grande qualidade

Vitor Ribeiro, lidou o sexto e último toiro da corrida de capa castanha listão, axiblanco e chorreado em verdugo, com o peso de 475,quilos, o número 281 e do ano de 2009, cravou na série dos compridos dois bons ferros o segundo e terceiro, pois o primeiro ficou traseiro. Na série dos curtos, cravou quatro ferros com destaque para o primeiro, terceiro e quarto. Atuação de grande classe deste cavaleiro, Atuação superior que a sua primeira. Na volta à arena Vitor Ribeiro chamou o Ganadeiro Joaquim Alves e na sua companhia e dio forcado foram aos médios agradecer os aplauusos do público. Atitude de louvar.

No que diz respeito às atuações dos dois Grupos de Forcados, nem sempre as coisas correram bem aos forcados, mas conseguiram dar conta do recado com mais ou menos apuro.

Pelo Grupo de Coruche foram à cara os forcados:

Ricardo que pegou o primeiro toiro à primeira tentativa e à barbela sem dificuldades de maior e sendo bem ajudado pelos restantes elementos do grupo;

José Marques, pegou o terceiro bem à primeira e à barbela;

João Laranjinha, pegou o quinto bem à córnea e à primeira tentativa.

Pelo Grupo de do Redondo foram à cara os seguintes forcados:

Hugo Figueiredo, pegou o segundo à primeira e à córnea após sofrer dois fortes derrotes;

Fábio Caeiro após duas tentativas sem sucesso, foi dobrado pelo seu colega Rui Gomes, que se fechou à primeira e bem à córnea, sofrendo vários derrotes, mas com valentia fechou-se bem e sendo bem ajudado pelo grupo;

Carlos Silva, pegou o sexto à primeira após alguns fortes derrotes e depois de ter estado por duas vezes fóra da cara do toiro, mas com a ajuda do grupo consumou a pega.

Parabéns ao Senhor Joaquim Alves pelo curro que enviou para esta corrida. Um curro com peso, apresentação e casta, cinco bons toiros e um menos bom.

A corrida foi abrilhantada pela Banda de Música de Montoito.

Dirigiu a corrida o Senhor Ricardo Pereira, delegado do IGAC.

O nosso agradecimento à Empresa Campo e Praça, como nos tratou e recebeu uma vez mais nas Praças onde montaram os cartéis.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.