Quarta-feira, 22 de Agosto de 2018
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Festival de luxo com tarde fria em Vila Boim

Um festival de luxo, em que o público acorreu em bom número e que correspondeu às expectativas da excelente organização que vai fazendo desta data um marco a reter na temporada.
14 de Outubro de 2013 - 16:04h Crónica por: - Fonte: Taurodromo.com - Visto: 1513
Festival de luxo com tarde fria em Vila Boim

Foi numa tarde que terminou bastante fria que este sábado se realizou o 5º FESTIVAL DOS ROMEIROS DE VILA BOIM.

Um festival de luxo, em que o público acorreu em bom número e que correspondeu às expectativas da excelente organização que vai fazendo desta data um marco a reter na temporada.

Sob a direção competente do Sr. João Gama. o espetáculo decorreu em bom ritmo e com momentos agradáveis e de bom toureio.

Abriu praça  Manuel Lupi frente a um toiro de Rio Frio, com presença mas que pouco transmitia não permitindo ao ginete da Barroca a lide que certamente desejaria.

Manuel andou correto e com ganas de triunfar.

Pegou bem à 1ª tentativa o forcado de Montemor Luis Valério, que integrava a seleção de forcados.

Cavaleiro e forcado deram aplaudida volta à arena.

O 2º da tarde pertencia à ganadaria de Sommer d` Andrade de regular apresentação. Soller Garcia esteve irregular nos compridos. A lide veio em crescendo, terminando a sua atuação com dois palmitos que foram do agrado do público.

Volta à arena na companhia do forcado de Évora Afonso Marto.

O terceiro  era um novilho de Torre de Onofre, excelente, pese embora a falta de forças. João Augusto Moura recebeu-o com verónicas cingidas.  Com a muleta, faena variada por ambos os pitons, com o temple que o nobre novilho pedia. 

Moura deu a sensação de se encontrar no melhor momento da sua carreira. Maduro e seguro. Volta à arena aclamada. 

A Gines Marin (Escola de Toureio de Badajoz),  tocou em sorte um novilho dos Herds. C.Cabral que pese o fato de ser nobre, era limitado de forças. O toureiro mostrou maneiras e escola com uma faena curta mas que deu a entender que ali há madeira.

A "El Juanito"  tocou em sorte um eral de Calejo Pires. Juanito andou pinturero com o capote e desenhou uma faena interessante.   
O público esteve com ele e o toureiro não regateou esforços tendo dado triunfal volta à arena no final da lide.

O 6º era um toiro engravitado que impunha respeito. Acorreu pronto aos cites durante toda a lide. Um toiro de cavalo!
David Gomes esteve irregular nos compridos com cites em movimento. Na ferragem curta outro galo cantou e David pode dar largas à sua evolução com medida certa  dos terrenos e uma entrega e valor de louvar.

Terminou com um ferro de palmo e um soberbo par de bandarilhas que levantou o público. Volta à arena na companhia do forcado João Morais (Ap. Moita).

A encerrar o espetáculo o rejoneador Alvaro San Emitério enfrentou um astado de Canas Vigouroux, voluntarioso e a arrancar-se de todos os terrenos. Alvaro mostrou maneiras e evolução dando sempre a sensação que tinha os cavalos na mão. A cravagem não foi a mais regular com algumas passagens em falso.  Um toureiro a rever.

Volta à arena com o forcado João Rui Salgueiro  (Ap.Chamusca).

Findo o festival excelente ambiente na tenda de comes e bebes onde se viam aficionados de solera, ganaderos e muitas caras bonitas.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2018 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.