Sábado, 23 de Setembro de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Em São Cristóvão a noite foi de pouca emoção

A XXVII corrida por ocasião das festas de São Cristóvão registou cerca de meia casa em noite de pouca emoção.
19 de Julho de 2015 - 21:08h Crónica por: - Fonte: Taurodromo.com - Visto: 1149
Em São Cristóvão a noite foi de pouca emoção

 A freguesia de São Cristóvão, no concelho de Montemor-o Novo, recebeu no passado dia 18 de Julho, a XXVII corrida de toiros à portuguesa por ocasião das festas locais.

Com cerca de meia casa, o cartel foi composto pelos cavaleiros Gilberto Filipe, António Brito Paes e Duarte Pinto.

Lidaram-se 6 toiros da ganadaria do Eng. Jorge de Carvalho que saíram bem apresentados sem raça e sem transmissão à excepção do quinto da ordem, o melhor toiro da corrida.

 

Abriu a função o cavaleiro Gilberto Filipe sacou tudo o que havia para sacar frente ao exemplar do Eng. Jorge de Carvalho. Destaque positivo para a colocação da terceira bandarilha, a curtas distâncias deixou o quarto curto também de boa nota, terminando a sua actuação com um violino seguido de um palmito. Na segunda lide teve por diante um manso ao qual deu a lide adequada. Destaque para o quarto curto, a dar vantagens, a citar e colocar o ferro. Com o exemplar a defender-se em tábuas terminou a sua actuação com um ferro a sesgo.

 

António Maria Brito Paes andou aliviado na sua primeira lide frente a um oponente também sem raça e que não transmitiu. Na segunda actuação “Mia” teve por diante o melhor toiro da corrida, o quinto da ordem. O cavaleiro uma vez mais andou aliviado sem pisar os terrenos ao oponente.

 

Duarte Pinto andou regular, pena que ao exemplar da ganadaria de Jorge de Carvalho tenha faltado raça como aos restantes irmãos de camada. A destacar nesta actução o quarto, quinto (em terrenos de compromisso) e sexto ferro, a citar de frente e a cravar. Ao sexto da ordem protagonizou uma boa lide com o pouco público a corresponder nas bancadas, dentro do seu registo de toureio entendeu o oponente e a curtas distâncias cravou quatro curtos de boa nota.

 

Quanto aos forcados Os amadores de Montemor consumaram as três pegas da noite ao primeiro, segundo e terceiro intento.

Os amadores de Évora concretizaram as três pegas à segunda tentativa.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.