Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Triunfo de El Juli em Santarém

Triunfo de El Juli, em cartel compartido com Ventura e Morante
13 de Junho de 2017 - 21:58h Crónica por: - Fonte: Sónia Batista - Visto: 350
Triunfo de El Juli em Santarém

Meia casa, no triunfo de Juli, em cartel compartido com Ventura e Morante, em Santarém.

Como ditam as regras, a tarde iniciou com a actuação de Diego Ventura, com o seu primeiro Cortes Moura ( 580kg).

Andou correcto nos compridos cravados à tira e fantastico na terceira bandarilha, citando a sorte literalmente na cara do touro.

Terminou com dois palmos cravados de violino.

Para o segundo Cortes Moura (550kg), o rejoneadors, esteve de novo, correcto, sobretudo no primeiro comprido.

Na ferragem curta, boas bandarilhas com marcações ao piton e cites a curta distancia.

Para fechar as suas actuações, um par de bandarilhas em sorte frontal, servindo-se unicamente das suas pernas, para conduzir a execução da sorte, pois retirou a cabeçada ao ao cavalo. Foi fortemente apaludido

Para a pega dos dois touros de Ventura, os Forcados de Santarém com Francisco Graciosa a consumar no 3º intento e Luis Seabra no 1º.

 

Volta nos dois touros

 

Morante, veio e não alegrou o público português, pois estamos acostumbrados, a ver os toureros, a pelo menos tentar retirar materia, mesmo quando há pouca ou não existe. 

De Morante, com o primeiro Nunez del Covillo (490 kg) apenas vimos chicuelinas, o resto foi deixar o touro tal como era.

Com o segundo  Nunez del Covillo( 495kg) alongou um pouco mais a lide, mas de igual forma, vimos Morante a aceitar que não tinha um touro bravo pela frente e a acomodar-se à situação, como tal apenas passes isolados.

“Morante en Morante”, como se diz em Espanha mas em Portugal não estamos habituados ao "preto e branco", aqui muitas vezes escolhemos o cinzento, pois gostamos que os toureiros tentem ao máximo tirar "agua de uma fonte seca"

 

Sem Vueltas  e saiu perante contestação dos tendidos.

 

El Juli, foi o triunfador de la tarde, com a faena ao primeiro Gracigrande( 450 Kg).

De capote, com esplendorosas verónicas rematadas con meia verónica.

No tercio de muleta, toreou por ambos os pitons e inclusivé deixou-nos series em circular. 

Actuação redonda e com o publico em “sus manos”

A tarde terminou com um manso Gracigrande de 490kg, em que toda a materia retirada ao touro, foi através do esforço de El Juli, que foi construindo a faena.

 Toureou novamente por ambos os pitons e findou com bonitos derechazos perto de tábuas.

 

Volta nos dois touros e foi fortemente aplaudido.

 

 

 

FOTO 

António Valinho

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.