Segunda-feira, 29 de Maio de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Reportagem "Um dia com David Gomes"

Saiba mais sobre o cavaleiro amador David Gomes, numa reportagem na quinta do cavaleiro Jorge d´Almeida.
30 de Dezembro de 2011 - 10:56h Entrevista por: - Fonte: - Visto: 9074
Reportagem

O jovem cavaleiro amador sensação de 2011, David Gomes, recebeu amavelmente a equipa do Taurodromo.com na quinta do cavaleiro Jorge d´Almeida, fique a saber mais nesta reportagem.

Taurodromo.com (T) ? David, como é que começou a tua paixão pelos cavalos?

David Gomes (D.G.) ? Esta paixão pelos cavalos começou desde que nasci, a primeira vez que montei tinha três dias de nascido ao colo do meu pai e foi um bichinho que ficou, depois mais tarde tive póneis e cavalos, começando a competir aos 11 anos, tendo sempre uma ligação muito estreita com cavalos.

T ? A propósito de competição, quando é que começaste a competir a nível nacional e internacional?

D.G. ? A nível nacional comecei a competir em 2000 com 11 anos de idade, a nível internacional competi em dois campeonatos da Europa de juniores em 2007 e 2009.

T ? E foi sempre provas de equitação de trabalho, ou participas-te noutras modalidades?

D.G. ? Tive outros participações em concursos como o do traje, equitação á portuguesa e a partir dos 11 anos foi só praticamente equitação de trabalho, embora também tenha jogado horseball, e participado em provas de ensino e dressage. Tirei também um curso de ajudante de monitor de equitação e a única coisa que não experimentei foi o concurso completo, porque de resto acho que participei num pouco de tudo.

T ? Quando participas-te em provas no estrangeiro, qual era o conhecimento que as pessoas tinham do Cavalo Lusitano?

D.G. ? No estrangeiro as pessoas conhecem o cavalo lusitano pela sua funcionalidade, a nobreza, dedicação ao trabalho, porque sendo um cavalo muito nobre, qualquer pessoa o pode levar tanto para passeios como para competição.

T- Quais os troféus alcançados nas várias provas em que participas-te?

D.G. ? Fui sete vezes campeão nacional de equitação de trabalho no escalão de juvenis e juniores, fui duas vezes campeão de Europa em juniores.

T ? Em que medida a Equitação de Trabalho contribui para a evolução enquanto cavaleiro tauromáquico?

D.G. ? Penso que a equitação de trabalho dá-me uma base técnica para estar bem em cima do cavalo de frente para o toiro, independente do tipo de toiro que temos pela frente.

T ? Quais as influências para enveredares pelo toureio a cavalo?

D.G. ? Desde sempre que fui aficionado ao mundo do toiro, porque desde sempre que acompanhava a minha família ás corridas e este ano quando acabei o curso de engenharia de produção animal comecei a trabalhar com cavalos, porque era a minha paixão. Iniciei a ?meter? cavalos na minha casa até que quando vim trabalhar com o Jorge d? Almeida , comecei a tourear uma vacas com uns cavalos novos que estavam cá em casa, até que o Jorge me disse que tinha tudo para que começasse a tourear. Em Maio fiz a minha estreia em Figueira da Foz na Garraiada Académica, estando eternamente agradecido ao cavaleiro Jorge d? Almeida pela oportunidade que me deu para começar a tourear.

T ? Como é que a tua família tem reagido ao quereres ser cavaleiro, nomeadamente a reacção da tua mãe?

D.G. ? O facto de me tornar cavaleiro tauromáquico nunca me tinha passado pela cabeça atendendo á falta de condições que tinha para treinar o suficiente, ao vir trabalhar para o Jorge d´Almeida encontrei umas condições excepcionais para me dedicar á carreira de cavaleiro tauromáquico. Quanto à minha mãe, ela sempre foi um apoio incondicional em tudo na minha vida, fica muito nervosa durante as minhas lides, mas não é capaz de perder uma corrida de toiros que eu vá, ela até costuma dizer que me irá acompanhar para todo o lado, nem que seja no camião dos cavalos, porque em casa é que não fica.

T ? Actualmente existem uma serie de jovens cavaleiros como tu, na ilusão de um dia serem figuras de toureio, qual a tua opinião acerca desses cavaleiros?

D.G. ? Acho que o futuro da festa está bem entregue porque existem vários jovens com muita qualidade, que certamente um dia serão figuras de toureio, tal como eu espero ser um dia, se bem que também teremos que provar que merecemos a confiança das empresas, como o festival de seis jovens cavaleiros que participei em Vila Franca ou o de Alcochete, onde tive pessoas que vieram ter comigo dar os parabéns e a dizer que se tinha divertido bastante.

T ? Sendo o teu mestre o Jorge d´Almeida, que outras referencias é que tens a nível do toureio a cavalo?

D.G. ? Tenho algumas referencias do toureio, como o mestre João Moura, António Telles, o próprio Jorge d´Almeida, relativamente a rejoneadores tenho como referencias o Pablo Hermoso de Mendonza e Fermin Bohorquez.

T- Para quando é que podemos assistir à Prova de Cavaleiro Praticante?

D.G. ? Esperemos que 2012 seja ano da Prova de Cavaleiro Praticante, pelo menos o nosso esforço vai nesse sentido para que seja logo no inicio da temporada.

T ? Que praças nacionais e internacionais gostarias de actuar?

D.G. ? Sem duvida que praça nacional é o Campo Pequeno, no estrangeiro desejo actuar em Sevilha e Madrid, sem bem que em Portugal existem outras grandes praças que também desejo actuar como Santarém, Alcochete, Moita, Vila Franca, entre outras.

T ? Actualmente como vês o estado da Festa Brava em Portugal, tendo em conta também a crise financeira que o País atravessa?

D.G. ? A meu ver quem gosta irá sempre aos toiros, se bem que poderão haver menos corridas, mas aquelas corridas que houver deverão ser de qualidade para que o público se divirta e saia satisfeito no final da corrida com vontade de tornar a voltar brevemente a uma praça.

T ? Uma mensagem que queiras enviar às empresas e empresários das nossas praças.

D.G. ? A mensagem que pretendo enviar é para que se aposte nos jovens, porque são eles o futuro da nossa festa, tendo a noção que também teremos que justificar essas presenças.

Imagens de "Um dia com David Gomes"

Imagens da reportagem com o cavaleiro amador sensação de 2011, pela objectiva de Luís Gamito.
11 de Dezembro de 2011 - 16:02h Galeria fotográfica por: Luís Gamito
Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de Imagens de
Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.