Quarta-feira, 29 de Março de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Ricardo Carrilho dos Amadores de Monforte - "...35 touros em 55 tentativas..."

Ricardo Carrilho, cabo do Grupo de Forcados Amadores de Monforte, falou com o Taurodromo.com e fez o balanço da temporada 2011 do grupo.
27 de Novembro de 2011 - 13:05h Entrevista por: - Fonte: - Visto: 1471
Ricardo Carrilho dos Amadores de Monforte -

Ricardo Carrilho tem 29 anos e é o cabo do Grupo de Forcados Amadores de Monforte desde 2010, recebendo o testemunho do anterior cabo, Paulo Freire.

Na época que terminou, o grupo festejou 11 anos de actividade.

 

Tauródromo - Como considera que correu a temporada 2011 para o grupo?
Ricardo Carrilho - A Temporada correu muito bem e foi uma temporada bastante positiva. Realizámos 15 corridas,  pegámos 35 touros em 55 tentativas, participando  em corridas importantes como Campo Pequeno, Portalegre e Elvas.


T - Quais os melhores e piores momentos do grupo na temporada 2011 que gostaria de destacar?
RC- A nossa temporada foi muito consistente no seu global. Ganhámos troféus nas corridas em que estes existiam, nomeadamente na corrida do Taurodromo na Terrugem e obtivemos boas prestações no Campo pequeno e  em Elvas.
O momento negativo da temporada prende-se com as lesões de alguns dos elementos do grupo, sendo a mais grave a de Roberto Geadas em Portalegre.


T - Qual a ganadaria que o grupo mais gostou de pegar na temporada 2011?
RC - Para mim nesta temporada, a Ganadaria Manuel Veiga.


T - No defeso, há possibilidade de rumar ao estrangeiro para pegar?
RC - Neste defeso o grupo não irá rumar ao estrangeiro para pegar.

T - A temporada de 2012, será finalmente a temporada com bandarilhas de segurança?
RC - Eu penso que sim, pelo menos os nossos esforços vão nesse sentido, pois estamos estamos a falar da integridade fisica dos forcados, que é bastante importante. Relativamente a este ponto queria destacar todo o trabalho de sensibilização por parte da ANGF, que vem sendo realizado junto dos "agentes" da festa.


T - Na temporada de 2012, prevê-se uma diminuição do numero de corridas a realizar com o acréscimo do valor do IVA. O que espera da temporada de 2012?
RC- Muito sinceramente, espero que isso não se venha a verificar, porque sem duvida iria trazer sérios problemas à tauromaquia. Julgo que o decréscimo do numero de corridas se iria acentuar e muito, o que obrigatoriamente iria influenciar as temporadas dos grupos, nomeadamente a do GFA de Monforte. Contudo, o grupo encontra-se preparado para enfrentar as dificuldades que nos apareçam e com uma grande ilusão em realizar uma época cheia de êxitos.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.