Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Que é feito de si António José Soares?

O Taurodromo.com esteve à conversa António José Soares antigo criador de gado bravo, forcado e fundador dos Amadores de Loures.
28 de Fevereiro de 2013 - 19:27h Entrevista por: - Fonte: - Visto: 3107
Que é feito de si António José Soares?

António José Soares nasceu há 40 anos na pequena localidade de Tesoureira, perto do Sobral e Bucelas, cedo enveredou pela atividade de criação de gado bravo para pamplonas e mais tar envergou a jaqueta das ramagens do dos amadores de Cascais e Salvaterra. Fundou ainda o Grupo de Forcados de Loures. Foi seu cabo tendo-se estreado em Santa Eulália no dia 12-4-1998. Pegou durante 13 temporadas.

Fomos encontrá-lo na sua casa onde luta por debelar uma ingrata doença.

Turodromo.com (T) - Que é feito de si, Antonio José Soares?

António José Soares (AJS) - Estou retirado faz cerca de um ano por motivos de saúde.

T - Mas ainda não "cortou a coleta"?

AJS - Espero melhorar e voltar ao ativo. Sou moço de espadas em Espanha e cá e dou "uma mão" ao El Chino Torero alem de fazer bandarilhas e fornecer papel para enfeitar as mesmas.

T - Tem saudades de pisar uma arena?

AJS - Muitas. O problema foi uma cornada numa perna que me impede de fazer o que sempre gostei de fazer. Mas eu estou a lutar para que as coisas se componham.

T - Lembro-me de uma pega sua a um toiro Núncio com 600 Kgs na Encarnação com o grupo em dificuldades e o António foi à cara do toiro praticamente sózinho. O que significou essa pega para si?

AJS - Um exemplo que um cabo tem que dar aos mais novos. Foi uma grande pega...

T - Olé! Que pensa do atual momento da tauromaquia em Portugal?

AJS - A festa está viva. mas os problemas que o país atravessa não auguram tempos fáceis. Por outro lado, tem de haver seriedade no espetáculos no que respeita à apresentação dos toiros. O toiro é o elemento mais importante da festa e não se podem anunciar "terroríficos" toiros com mais de 550 Kgs e saírem novilhos muito menos peso, deveriam também defender a presença de exemplares sempre acima dos 400kgs, senão compra o seu bilhete fica desiludido e não tornam ir ás praças.

As associações representativas da festa, deveriam defender mais o interesse do espetador que é quem paga o seu bilhete. Deveria haver mais apoio aos jovens no que concerne ao pagamento de impostos, permitindo um maior incremento destes espetáculos.

T- Uma corrida que o tenha marcado especialmente?

AJS - Como cabo do Grupo de Loures ter pisado a arena de Melilla, sendo o único grupo que o fez em continente africano. Tourearam nessa tarde, António Ventura, Jorge d´Almeida, Fermin Bohorquez e o então jovem Diego Ventura. Os toiros eram de Benitez Cubero. Foi um êxito que jamais esquecerei!

T - Quer deixar uma mensagem à aficion?

AJS - Claro. Entre todos que amamos a festa é necessária uma união no sentido de defender a festa. Tenho a consciência que fiz o que pude neste sentido.

T- Obrigado António Jose Soares e votos de rápidas melhoras da equipa do Taurodromo.com .

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.