Segunda-feira, 24 de Julho de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Diogo Peseiro tira a prova de Novilheiro Praticante em Abiúl

Diogo Peseiro, aluno da Academia de Toureio do Campo Pequeno tira a prova de Novilheiro Praticante no dia 20 de Abril, em Abiúl.
15 de Abril de 2014 - 21:31h Entrevista por: - Fonte: Taurodromo.com - Visto: 1320
Diogo Peseiro tira a prova de Novilheiro Praticante em Abiúl

Diogo Peseiro, aluno da Academia de Toureio do Campo Pequeno vai tirar no dia 20 de Abril, em Abiúl a prova de Novilheiro Praticante. O Taurodromo.com foi saber quais as suas expectativas para esse dia. O jovem falou ainda da sua participação no bolsin de Zamora, bem como da importância do festival de Serpa.


T: Dia 20 de Abril tira a prova de novilheiro praticante quais sao as expetativas em relacão ao festival?
D.P: As expectativas são máximas.É um dia de grande responsabilidade, no qual vou passar a próxima categoria, a de novilheiro e logo na praça mais antiga do nosso país, o que me deixa com tremenda ilusão para a novilhada. Penso que estou preparado para seguir ao próximo nível. A caminhada é longa, é mais um passo que está a ser dado e espero superar as expectativas.


T:Participou no dia 5 de Abril na final do bolsin de Zamora, o que representou para si esta final?
D.P: Foi um dia especial numa praça muito bonita, como é a de Toro, a competição era ao mais alto nível, não tive muita sorte mas aprendi bastante, foi uma experiência muito boa e que me fez amadurecer mais como toureiro.


T:Sábado dia 19 de Abril toureia no tradicional festival misto em Serpa, o que espera deste festival?
D.P: É também um dia importante, onde vou repartir cartel com figuras do toureio equestre e onde vou ter o privilégio de competir com o Manuel Dias Gomes, o que espero é que o novilho invista que o resto sai-me do coração, pois o toureio é um sentimento.


T:O que sente antes de entrar na arena?
D.P:Antes de entrar na arena tem-se um misto de sensações, o medo, a responsabilidade, ver que todos os olhares estão postos em nós deixa-nos com um peso de responsabilidade acrescido, mas assim que se chega à praça, vestido de toureiro, tudo isso se dissipa, ficando uma ilusão e felicidade imensa por poder exercer a profissão mais bonita do mundo, mesmo sendo uma das mais duras, sentimo-nos sempre preenchidos.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.