Quarta-feira, 29 de Março de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

À conversa com Verónica Cabaço

A cavaleira praticante Verónica Cabaço falou ao Taurodromo.com dos seus objectivos bem como apresentou a sua quadra para esta temporada.
24 de Junho de 2014 - 22:39h Entrevista por: - Fonte: Taurodromo.com - Visto: 1599
À conversa com Verónica Cabaço

Verónica Cabaço é natural de Samora Correia, tem 23 anos e começou a sua carreira aos 17, quando pisou pela primeira vez a arena, no Sobral da Adiça a 22 de Março de 2008. No dia 7 de Julho de 2010 tira a prova de cavaleira praticante, em Albufeira. Na temporada passada toureou pouco, tendo vários contratos assegurados para esta época.

 
T: O que espera desta Temporada?
V.C: Espero dar o salto que necessito neste momento. Tenciono tourear mais corridas que a temporada passada e em todas as corridas fazer boas actuações para me preparar bem para a alternativa. Quando partimos para a alternativa devemos estar muito bem preparados, a alternativa é um sonho importante.


T: Para quando a alternativa?
V.C: Ainda não sei. O meu apoderado já me falou que talvez fosse para a próxima temporada. Depende das corridas que tourear este ano. Depende ainda de muita coisa.


T: Como surgiu esta sua paixão pela tauromaquia?
V.C: Foi devido ao meu pai. O meu pai sempre trabalhou com cavalos. Sempre foi equitador e eu desde muito pequenina tive contacto com os cavalos. Lembro-me que durante as férias de Verão passava muito tempo com o meu pai nos cavalos, então essa paixão foi crescendo até que começei a tourear.


T: O que sente antes de entrar na arena?
V.C: Ansiedade, nervosismo, mas, principlamente a minha preocupação é sempre agradar ao público e fazer as coisas bem feitas.


T: Como define o teu estilo de toureio?
V.C: Julgo que neste momento não tenho um estilo concretamente. Tento tourear como me sinto bem, sortes frontais e devagar, essencialmente agradar ao público.


T: Como é composta a sua quadra?
V.C: De saída tenho dois cavalos o “Manquinhas” um cavalo lazão cruzado que é muito bom, dá-me muita estabilidade. O “Xarel” que uso de saída e de bandrilhas. De bandarilhas tenho o “Coimbra” que faz batidas ao piton contrário, não dá para todos os toiros. O “Patinho” um cavalo para qualquer toiro, é o meu cavalo de confiança. Depois tenho dois cavalos novos o “Burladero” um cavalo preto que tenciono estreá-lo já na próxima quarta-feira dia 25 de Junho, em Albufeira. Estreei em Albufeira o “Camacho”, um cavalo para as bandarilhas.


T: De momento o ser apoderada pelo Carlos Calado é uma mais valia para si?
V.C: Sim, neste momento sem dúvida o Carlos Calado é essencial para mim. Para além de um grande apoderado, é sem dúvida um grande amigo que se preocupa e tem dado bons conselhos. Neste momento tanto o Carlos como os elementos da minha equipa são fundamentais e importantes para mim.


T: Sei que vai ter também um patrocínio?
V.C: Sim é verdade. É uma senhora que vem sempre às minhas corridas. Falou-se dos gastos do camião, então a empresária teve a ideia de me patrocinar. Portanto é uma empresa ligada aos produtos esotéricos que me vai patrocinar o gasóleo para o camião dos cavalos, eu aproveitei essa oportunidade.

 

 

 

Fotos: Pedro Batalha

Imagens Verónica Cabaço

Algumas imagens da cavaleira praticante de Verónica Cabaço.
19 de Junho de 2014 - 00:00h Galeria fotográfica por: Verónica Cabaço
Imagens Verónica Cabaço Imagens Verónica Cabaço Imagens Verónica Cabaço Imagens Verónica Cabaço Imagens Verónica Cabaço
Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.