Segunda-feira, 27 de Março de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Ricardo Porto Nunes despede-se das arenas dia 29 de Agosto em Arronches

Ricardo Porto Nunes, faz a sua despedida das arenas na corrida de toiros do próximo dia 29 de Agosto, em Arronches.
24 de Agosto de 2015 - 23:43h Entrevista por: - Fonte: Taurodromo.com - Visto: 1665
Ricardo Porto Nunes despede-se das arenas dia 29 de Agosto em Arronches

Ricardo Porto Nunes, faz a despedida das arenas no próximo dia 29 de Agosto, em Arronches.

Foram 16 anos a honrar a jaqueta de ramagens.

Foi com emoção que o valoroso forcado e cabo dos amadores de Arronches falou do seu adeus às arenas.

 

 

T: Como nasceu o gosto pelos toiros e surgiu a entrada nos amadores de Arronches?
R.N:O meu gosto pelos touros e pela festa vem desde pequeno, venho de famílias aficionadas, mas sem que houvesse qualquer ligação às Corridas de Touros. Mas o facto de ir às Corridas com os meus avós, tanto paternos como maternos, despertou bem cedo este sentimento de paixão. A minha entrada nos Amadores de Arronches, acontece com a fundação do Grupo, foi a forma que, vários jovens, encontraram para dar largas à nossa afición e ao sonho de sermos Forcados.

 

T: Com que idade pegou e onde o seu primeiro toiro?
R.N: Tinha 23 anos e foi o primeiro touro na estreia do Grupo, toureado pela Ana Batista e da ganadaria do Sr. Eng. Jorge de Carvalho.

 

T:Como recorda esse dia?
R.N: Recordo que foi um dia super especial, com muita ansiedade, felicidade, mas com o coração do tamanho do mundo. Hoje vejo-o, distante, com muita saudade, mas também com muita felicidade, já que foi nesse dia que nasceu um grande Grupo. É verdade que já, passamos por momentos menos bons, ou melhor, momentos maus, mas que conseguimos dar a volta e hoje, passados 16 anos, somos um grupo cheio de valores dentro e fora de praça. Foi o ponto de partida para uma bonita história.

 

T: Quantas épocas esteve no activo?
R.N: Estou no activo desde o dia da estreia do grupo, dia 12 de junho de 1999, mas o grupo, começou antes em outubro de 1998, onde actuou em alguns espectáculos de variedades taurinas, até ao dia da estreia das jaquetas, até hoje, com excepção das temporadas de 2004 e 2005, já que no final de 2003, me retirei por não concordar com algumas situações que aconteciam no grupo. Portanto são 16 temporadas no activo.


T:É difícil ser forcado?
R:N: É difícil esta pergunta... Mas não é. Nos Amadores de Arronches, coloquei 4 pilares, como se de uma casa se tratasse para assentar um Grande Grupo; Amizade, Dedicação, Devoção e Humildade. É por esta ordem. "Bastam" estes valores para ser fácil.

 

T: Que momentos recorda nos amadores de Arronches?
R.N: Recordo milhares, de várias épocas, de vários elementos... Foram os meus melhores anos de vida. Mas destaco as 2 viagens aos Açores, em que actuámos com os nossos amigos do Ramo Grande e as digressões por Espanha. Quanto às recordações em relação às corridas, todas tiveram a sua importância e mereceram o meu maior respeito.

 


T: Dia 29 de Agosto vai ficar gravado na sua memória...
R.N: Eu gosto de guardar memórias de tudo o que é bom, e com toda a certeza dia 29 de Agosto será um grande e bom dia... É o culminar de muita coisa que não se explica, sente-se, vive-se e se ama. Vou deixar as coisas acontecer, não quero começar a pensar já no dia...

 

 Sorte!

 

 

 

Foto: gentilmente cedida por Ricardo Porto Nunes

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.