Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

José Maria Manzanares no Campo Pequeno

O Matador de Toiros espanhol José Maria Manzanares estreia-se esta quinta-feira no Campo Pequeno, num mano-a-mano inédito com o Rejoneador Pablo Hermoso de Mendoza
10 de Julho de 2017 - 20:32h Notícia por: - Fonte: Taurodromo.com - Visto: 192
José Maria Manzanares no Campo Pequeno

O Matador de Toiros espanhol José Maria Manzanares, que esta quinta-feira se estreia no Campo Pequeno, num mano-a-mano inédito com o Rejoneador Pablo Hermoso de Mendoza, nasceu já no ambiente taurino pois é filho do Matador de Toiros do mesmo nome (José Mari Manzanares, Alicante, 14 de Abril de 1953 – Campo Lugar, Cáceres, 28 de Outubro de 2014) e neto do Bandarilheiro Pepe Dolls. O Seu irmão mais novo, Manuel é um promissor rejoneador, discípulo de Pablo Hermoso de Mendoza.

Começou por estudar Agronomia, e só aos 19 anos se decide pelo toureio. Debutou com Picadores em Nîmes, a 22 de Fevereiro de 2002 e tomou a alternativa a 24 de Junho de 2003, em Alicante, concedida por Enrique Ponce. Em 15 anos de actividade, tornou-se num quase mito, repartindo-se pelo mundo da tauromaquia, onde é considerado uma das maiores figuras da actualidade, e a moda, sendo a sua imagem associada às grandes marcas do sector e considerado um dos homens mais elegantes de Espanha.

Como toureiro, tem no estilo clássico a sua inspiração, herdado de seu pai mas, a sua atitude de modelo deu-lhe acesso a ser figura de capa nas mais importantes revistas de moda.

Aos 35 anos de idade, Mazanares tem consciência de jogar a vida frente aos toiros, mas diz não pensar nisso. Numa entrevista à revista Vanity Fair, Manzanares afirmava: “se pensas na morte, activa-se o instinto de sobrevivência e preparas o corpo para estar à defesa. Temos de saber transformar o medo em emoção”.

De feições simétricas, olhos negros realçando o seu tipo de galã mediterrânico, está consciente desses seus atributos e explora-os, sendo idolatrado pelas suas fãs que no final da corrida chegam a estar 45 minutos em fila de espera por um autógrafo.

Porque no seu entender, nem todas as situações que a fama traz são boas, evita ler tudo, ou quase tudo, o que sobre si se escreve.

Na presente temporada leva 16 corridas toureadas, tendo cortado 16 orelhas e um rabo.

O seu mano-a-mano com Pablo Hermoso de Mendoza acontece pela primeira vez nas respectivas carreiras e logo no Campo Pequeno, o mesmo palco em que o Matador espanhol Manuel Rodriguez Sanchez “Manolete” e o mexicano Carlos Arruza, iniciaram uma rivalidade que ficou famosa nos anos quarenta do século XX.

José Maria Manzanares lidará três toiros, um de cada uma das ganadarias (Juan Pedro Domecq, Nuñez del Cuvillo e García Jiménez) ao passo que Pablo lidará três toiros da ganadaria António Charrua.

Pega o grupo de Forcados Amadores de Montemor, capitaneado por António Vacas de Carvalho.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.