Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Vicente Barrera, de novilheiro a grande figura das arenas

Lembrando o grande matador valenciano Vicente Barrera
13 de Novembro de 2011 - 16:49h Pedaços de história por: - Fonte: - Visto: 925
Vicente Barrera, de novilheiro a grande figura das arenas

Vicente Barrera y Cambra, nasceu em Valência na populosa “Calle Cuarte” no dia 24 de Dezembro de 1908, local onde vivia com os seus pais e familiares. Oriundo de uma família modesta mas acomodada, cedo despertou para as lides tauromáquicas e aos vinte anos estreou-se como novilheiro no dia 7 de Setembro de 1924, toureando dois novilhos de “Concha y Sierra” .

Em 14 de Maio de 1927 debutou em “Las Ventas” tirando a alternativa em 17 de Setembro do mesmo ano,em Valência, lidando o toiro “Romano” mais uma vez da ganadaria de “Concha y Sierra”, sendo seu padrinho Juan Belmonte.

Mais tarde confirmou essa mesma alternativa em “Las Ventas”  no dia 24 de Maio de 1928, sendo seus padrinhos os grandes “Chicuelo” e “Cagancho”, corrida onde foram lidados reses de Graciliano Pérez Tabernero, sendo o toiro “Jardinero” aquele que lhe permitiu passar definitivamente ao escalão superior de matador de toiros.

Consta que era um toureiro muito eficaz e dominador com a muleta, variado com o capote sendo a segurança de uma lide correcta e conseguida a sua característica fundamental.

Retirou-se em 1935 na praça de Logroño num festejo organizado por Don Félix Moreno Ardunay, alternando com Manuel Bienvenida e Curro Caro, todavia durante o período da gerra civil espanhola, toureou várias corridas em 1937 e 1938, alternando com jovens figuras do toureio como Pacual Marquez, Belmonte Campoy e Manolete.

Ombreou com toureiros de época, tais como Marcial Lalanda, Domingo Ortega, Armillita e Nicanor Villalta, entre outros.

Em 1942 teve novamente o impulso de se retirar, foi colhido violentamente em Junho de 1944, tendo como resultado dessa colhida várias costelas partidas, mas continuou a tourear até 1945, tendo sido nesta data, a sua última aparição na praça de toiros Monumental de Barcelona.

Vicente é avô da actual figura das arenas com o mesmo nome.

Faleceu no dia 11 de Dezembro de 1956 na sua Valência natal.

 

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.