Sábado, 18 de Novembro de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Manuel Cervera Prieto, morre com um tiro "à queima roupa"

O episódio que vitimou nos USA, o toureiro mexicano Manuel Cervera Prieto
10 de Março de 2013 - 14:25h Pedaços de história por: - Fonte: - Visto: 1523
Manuel Cervera Prieto, morre com um tiro

Manuel Cervera Prieto nasceu no México, tendo tirado a sua alternativa na praça de Bucareli no ano de 1898.

Foram seus padrinhos de alternativa Juan Jiménez “El Ecijano” e Leopoldo Camaleño como testemunha, tendo sido lidados toiros da ganadaria mexicana Santín.

Fala-se de que Cervera, seria então o toureiro predilecto do Rei de Espanha, facto que é um pouco estranho pois o Rei nunca o vira tourear,  atribuindo-se tal facto, a uma certa publicidade feita pelos seus apoiantes, público fiel e por ele próprio, uma vez que Cervera nunca pisara solo espanhol.

Das suas qualidades como toureiro, sabe-se que foi mediano com a capa e o capote, sendo a sua melhor prestação a da sorte final.

Toureou em 19 de Agosto de 1903 na praça de Chapultelpec, alternando com Machío e Trigo  e o toureiro “Yankee” Ernest Carleton Bass que fora substitutuir nessa corrida um outro elemento da "cuadrilla" de Cervera, anunciando-se Carleton Bras como o único e primeiro toureiro “estadounidense”, passando Carleton. a partir desse dias, a fazer parte da "cuadrilla" de Cervera.

Mais tarde, Carleton seria desmentido pelo cronista e escritor Marshall Hail e confirmado o norte-americano Harper Lee como o "First Yankee Matador", uma vez que Carleton Bass era de nacionalidade Irlandesa e que emigrara recentemente para os E.E.U.U.

Manolo Cervera e a sua “cuadrilla” foram contratados pelo empresário de espectáculos Richard Norris para um conjunto de corridas a terem lugar nos E.E.U.U., concretamente no estado do Missouri, onde actuariam conjuntamente três toureiros espanhóis e um mexicano com as sua respectivas quadrilhas.

Antes da corrida, tiveram lugar algumas contestações por parte da “Humane Society”, associação de protecção da vida animal existente na época (1903), tendo sido os espectáculos cancelados.

Foi então que Manuel Cervera, pelo motivo do “reparto” da verba que haviam recebido pela organização por adiantado, se envolveu numa acesa discussão com Carleton Bass, ameaçando Carleton com uma faca.

Carleton que tinha sido artista de circo com um espectáculo em que manuseava armas, carregava sempre com ele um revolver “Colt”, desferiu um tiro “à queima roupa” a Manuel Cervera, causando-lhe a morte imediata.

Mais tarde perante o tribunal alegou legitima defesa.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.