Terça-feira, 30 de Maio de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Doña Carmen, aficionada à arte e ao toureio!

Carmen Martínez-Bordiú y Franco, desde sempre aficionada à arte e ao toureio.
29 de Agosto de 2014 - 22:10h Pedaços de história por: - Fonte: Taurodromo.com - Visto: 1270
Doña Carmen, aficionada à arte e ao toureio!

Maria del Carmen Martinez-Bordiú y Franco, nasceu em 26 de Fevereiro de 1955 no Palácio Del Pardo na cidade de Madrid.

È filha de Cristóbal Martinez Bordiú, X Marquês de Vilaverde e de María del Carmen Franco Y Polo, filha única de Francisco Franco Bohamonde e de Maria del Carmen Polo-Martínez Valdés.

Carmen casou-se em 23 de Dezembro de 1971 com Alfonso de Borbón y Dampierre e desse matrimónio teve dois filhos, Francisco de Asís de Borbón y Dampierre (falecido num acidente de viaçao em 1984) e Luis Alfonso de Borbón y Dampierre.

Carmen contariu matrimonio mais duas vezes, tendo mais uma filha de nome María Cynthia Francisca Matilda Rossi, nascida em 28 de Abril de 1985.

Carmen foi sempre conhecida com “La netíssima”, alusão ao fato de seu avô ter sido o chefe estado espanhol General Francisco Franco.

Carmen Martinez-Bordiú, passou a sua infância em Madrid e em Estocolmo onde seu pai era embaixador de Espanha. Habituada a conhecer altas figuras e personalidades das várias áreas, cedo se interessou pela beleza e arte, sendo admiradora dos pintores clássicos espanhóis e dos mestres italianos.

Muito aficionada “a los toros”, Carmen percorre toda a Espanha vendo corridas de toiros. É habitual vê-la em praças como Madrid, Pamplona, El Puero, Bilbao e Santander e, segundo alguns practicantes de desporto bastante vulgar no país vizinho “el cutilleo” , atende especialmente a praças onde actua o matador de toiros extremeño Miguel Angel Perera de que Doña Carmen é especialmente admiradora.

No programa de rádio “Los toros en la Onda” da cadeia “onda cero” e entrevistada pelo jornalista e cronista de toiros Ignácio Cossío comenta:

“ A festa de toiros é arte. È un mar de emociones fuertes, luz y colorido. Los toros son arte y el arte hace parte de la cultura. Los toros están por de encima de cualquier color política y es más que todo una sensibilidad que se tiene u no se tiene. Estuvo este año pela primera vez en El Puerto de Santamaria (2011) y me ha gustado mucho el ambiente. Conozco a muchos toreros como “Nimeño”, Manzanares e su hijo, Ponce, Morante, “El July” y otros. Intenté torear una becerra una vez, pero me he caído espatarrada solo de miedo.”

Carmen vive actualmente entre a sua “Finca” de Sevilha e as suas casas de Santander,Paris e Madrid.

 

 

 

 

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.