Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Campo Pequeno, 26 de Setembro,1974, corrida da "Liga dos Combatentes"

O presidente da Republica General Antonio de Spínola, assiste á corrida da "maioria silenciosa".
08 de Agosto de 2014 - 09:27h Pedaços de história por: - Fonte: Taurodromo.com - Visto: 1441
Campo Pequeno, 26 de Setembro,1974, corrida da

Na noite de 26 de Setembro de 1974, decorreu uma corrida de toiros no Campo Pequeno, organizada pela "Liga dos Antigos Combatentes" com o objectivo de preparar uma manifestaçao de forças politicas, entre as quais o próprio PR e alguns militares de sua confiança que nao estavam de acordo com a política nacional e colonial, até aí desenvolvidas pelo governo do país.

Podemos recordar que o termo "maioria silenciosa" foi origináriamente utilizado por Richard Nixon, presidente dos U.S.A., a propósito de um grupo impotante de cidadaos que apoiava a sua politica para o Sudoeste Asiático, mas cujas as ideias nao se faziam ouvir, dado o ruido efectuado pelos opositores a essas politicas nos meios de comunicaçao e certos sectores da politica americana. A esse grupo de cidadaos foi chamado de "maioria silenciosa".

Em pleno PREC as divergências na sociedade portuguesa eram enormes, assim como o desnorte causado pela agitaçao social,económica e politica em geral. As forças policiais eram desautorizadas pelos militares que tomaram para si proprios todos os poderes, inclusivé o poder de detençao de pessoas e cidadaos sem culpa formada ou qualquer tipo de acusaçao, tendo como baluarte o COPCON força militar comandada pelo entao militar Otelo S. Carvalho. 

As rádios, jornais e a única televisao existente na altura, eram controladas por forças e comandantes militares, tomando assim estratégicamente, a chave do poder. Somando a tudo isto, algumas forças politicas com experiencia revolucionária, manipulavam o povo e montavam barricadas nas principais estradas e avenidas de acesso á capital, controlando assim as entradas e saídas das populaçoes.

Em todo este processo, o desmembramento do "Império Colonial" português avizinhava-se e, a aptência cínica e voraz das potências estrangeiras pelos recursos e posiçoes estratégicas que essa queda proporcionaria, já manisfestada tantas vezes nas instâncias internacionais como a O.N.U. onde o Ministro dos Negócios Estrangeiros Rui Patricio, defendia como podia, os interesses do país e dos portugeses residentes nas provincias ultramarinas, apontava para que o desmembramento fosse inevitável, utilizando essas potências e forças, todo e quaisquer meios para que tal facto se consumasse.

Segundo fontes dos jornais da época a praça do toiros estaria cheia sendo as lides brindadas com gritos de "Portugal,Portugal,Portugal!" e "Ultramar,Ultramar,Ultramar!".

Foi também atirado á arena um cartaz promocional da manisfstaçao aprazada para o dia 28 de Setembro a ter lugar na Praça do Império, cartaz que José Joao Zoio abriu mostrando-o ao público, resultando em frenéticos aplausos. Este acto causou o "saneamento" do toureiro pelo sindicato de toureiros e o consequente exílio de Zoio para o país vizinho.

No final da corrida ocorreram confrontos entre vários grupos, sendo até algumas pessoas detidas indiscriminadamente por militares.

Acontecimentos postriores, levaram á demissao de António de Spínola e ao consequente exilio para o Brasil, saindo vitoriosas as forças revolucionárias de esquerda que, segundo algumas vozes, se preparariam para liquidar e encerrar na Praça de Toiros do Campo Pequeno, todos aqueles que nao colaborassem e concordassem com a sua visao de sociedade por eles precunizada, transformando a praça em "campo de concentraçao".

Aquando da recente inauguraçao da Praça de Toiros do Campo Pequeno, um alto dirigente politico nacional, entrevistado por uma televisao, disse:

"É um prazer estar de novo aqui no Campo Pequeno, mas nao pelas mesmas razoes que alguns, há anos atrás, nos queriam colocar!"

Tratou-se talvez da corrida de toiros mais importante das últimas décadas.

 

 

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2017 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a devida autorização.