Terça-feira, 12 de Novembro de 2019
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Dia da Tauromaquia

Crónica do Festival do Dia da Tauromaquia no Campo Pequeno
27 de Fevereiro de 2019 - 21:35h Crónica por: - Fonte: Sónia Batista - Visto: 405
Dia da Tauromaquia

A Praça de Touros do Campo Pequeno, abriu as suas portas para celebrar o dia da Tauromaquia, com um conjunto de atividades para miúdos e graúdos.

Iniciou-se com atividades dedicadas às crianças com insufláveis, tourinhas, baptismos equestres, fantoches. Na arena decorreram várias demonstrações.

A demostração de Toureio a Cavalo foi realizada, por dois jovens cavaleiros amadores que estão a suscitar curiosidade no meio taurino. António Ribeiro Telles Júnior (filho de António Ribeiro Telles) e por Duarte Fernandes (sobrinho de Rui Fernandes. Seguiu-se a demonstração das pegas, realizadas por jovens e crianças ligadas ao Grupo de Forcados Amadores de Lisboa.

O Toureio Apeado esteve a cargo de jovens alunos de escolas de toureio. Terminadas estas as demonstrações, o público pode descer à arena e experimentar tourear de salão e pegar à tourinha.

A tarde iniciou com Capeia Arraiana e seguiu-se os recortadores da Arte Lusa, Tiago Pais, Diogo Santos, Vítor Rebelo e Nuno Salazar a fazerem saltos, quiebros e recortes.

O cavaleiro tauromáquico e campeão Mundial de Equitação de Trabalho, Gilberto Filipe, trouxe uma apresentação equestre acompanhada de fado, com cavalos e uma bailarina. Houve ainda espaço para flamenco e sevilhanas.

Quanto ao Festival este iniciou com uma homenagem ao cavaleiro Joaquim Bastinhas, as lides a cavalo foram a duo e as apeadas em solitário.

António Ribeiro Telles e João Ribeiro Telles, lidaram um nobre Passanha, destacam-se nos últimos ferros de palmo.

Rui Salvador e Francisco Palha, perante um novilho de David Ribeiro Telles, o qual volteou aparatosamente Rui Salvador, reservando momentos de susto para todos. Francisco Palha, conseguiu mostrar o conceito de toureio.

O Prudêncio, lidado por Luís Rouxinol e Filipe Gonçalves era manso e reservado, ainda assim estes dois cavaleiros, estiveram por em cima da matéria exposta.

João Moura Júnior e Rui Fernandes, foram a dupla mais coesa, o que lhes permitiu maior destaque.

As pegas foram realizadas por uma seleção de Forcados da Associação de Forcados, com Hugo Figueira do GFA do Redondo a consumar à 4ºtentativa, Márcio Chapa do GFA Tertúlia Tauromáquica do Montijo à 1ª, João Paulo Damásio do GFA Montijo à 3ª e Manuel Pires do GFA do Ramo Grande a fechar-se na 1ªa tentativa.

Relativamente aos matadores, António João Ferreira, lidou Calejo Pires, que rapidamente recusou-se e o matador apenas mostrou a sua técnica nos naturais. Nuno Casquinha, aplicou-se em todos os tércios e foi o matador mais favorecido pelo novilho que lhe saiu em sorte. Manuel Dias Gomes, perante um reservado Falé Filipe, indo de mais a menos na lide.

 

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2019 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.