Sexta-feira, 16 de Abril de 2021
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Carlos Pegado em entrevista com a antevisão do Festival de Évora

O Taurodromo.com teve o previlégio de entrevistar o conhecido empresário taurino, Carlos Pegado, da Empresa Terra Brava e saber quais as expectativas para sábado.
30 de Outubro de 2009 - 19:27h Notícia por: - Fonte: - Visto: 1133
Carlos Pegado em entrevista com a antevisão do Festival de Évora O Taurodromo.com teve o previlégio de entrevistar o conhecido empresário taurino, Carlos Pegado, da Empresa Terra Brava e saber quais as expectativas para o Festival de Beneficiência a favor da Cáritas, sábado na Arena d´Évora.

1 - Como surgiu a ideia do Festival de encerro da temporada na Arena d´Évora fosse a favor da Cáritas?

Surgiu na sequência do êxito de outros espectáculos de beneficência que temos organizado. Temos sidos contactados por várias instituições de caridade e este ano decidimos fazê-lo em benefício da Caritas, pela grandeza da obra desta importante institiução e também pelas suas permanentes carências financeiras.

2 - Concorda que a Festa Brava em Portugal possa ser vista de outra forma pelos mais cépticos com a realização de Festivais de Beneficiência?

É tradicional a "família taurina" mover-se em torno de importantes causas humanitárias, pois somos pessoas que, para além de nutrirmos um forte amor pelos animais, nos preocupamos com o bem estar do ser humano.
Somos civilizados, defendemos as nossas raízes culturais e temos orgulho em ser portugueses.

3 - A Arena d´Évora contou com casa cheia no inicio da temporada, mas já para o final verificou-se um decréscimo de publico. Conta encher a praça com a expectativa das actuações do "veterano" Francisco Núncio e de jovens que podem assegurar o futuro da Festa em Portugal?

A Praça de Toiros de Évora muito recentemente promovia duas corridas de toiros anuais, nos últimos três anos passou a ter no seu calendário oito espectáculos. É um meio relativamente pequeno, logo é normal que nem todos os espectáculos estejam cheios, no entanto estamos satisfeitos com a resposta do público. E é de salientar que por duas vezes esgotou a sua lotação. É um trabalho de continuidade.
Quanto à aposta neste cartel, pensamos aliciar o público com toureiros "menos vistos", pois apresentar num festival os mesmos toureiros que já foram vistos em demasia durante toda a temporada seria "dar mais do mesmo". Ao mesmo tempo que damos uma oportunidade a alguns daqueles que irão garantir o futuro da festa. Pensamos que o público terá bastantes motivos de interesse para que no sábado tenhamos uma boa casa ou mesmo casa cheia. Esse é o nosso objectivo, para que também possamos angariar uma boa receita a favor da Caritas de Évora.

4- Para a Terra Brava, qual a importância que tem a aposta em cavaleiros menos rodados em espectáculos desta natureza?

Como disse na resposta anterior, esta é a grande oportunidade para estes jovens se poderem apresentar numa praça de referência, como é o caso de Évora, já que não é possível fazê-lo em datas fortes, pois os seus nomes, por enquanto, ainda não são atractivos para o grande público. É preciso lançar a semente, para que mais tarde possamos ter as grandes figuras do toureio, que serão o suporte do futuro da festa em Portugal.

5 - Uma mensagem a todos aqueles que possam ir sábado à tarde à Arena d´Évora?

Que sejam tão solidários, através da sua presença, como todos aqueles que se envolvem, duma forma ou de outra, na apresentação deste espectáculo. E que apoiem todos os que alimentam o bonito sonho de ser toureiro.

6 - Para terminar subscreve um possivel slogan "Sou Aficionado, Sou Solidário!"?

Subscrevo completamente. Um aficionado é muita coisa, começando por ter uma sensibilidade diferente, e é com toda a certeza um ser solidário.
Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2021 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.