Sexta-feira, 10 de Abril de 2020
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Farpas 524 - 5ª feira, 4 de Fevereiro 2010

O director do jornal “Farpas” foi sexta-feira despronunciado (não acusado) no processo que lhe movera o gestor taurino da praça do Campo Pequeno,...

04 de Fevereiro de 2010 - 10:25h Notícia por: - Fonte: Jornal Farpas - Visto: 774
Farpas 524 - 5ª feira, 4 de Fevereiro 2010

O director do jornal “Farpas” foi sexta-feira despronunciado (não acusado) no processo que lhe movera o gestor taurino da praça do Campo Pequeno, Rui Bento. O Tribunal concluiu que Miguel Alvarenga não cometeu nenhum crime, antes cumpriu o dever de informar o público.

Segundo a conclusão judicial, “o arguido divulgou uma situação com manifesto interesse para o público, no âmbito do direito à liberdade de expressão e liberdade de imprensa, não lesando de modo relevante o bom nome do assistente, limitando-se a agir com a intenção de cumprir a sua função pública, de desempenhar o seu direito/dever de informar” – leia tudo na edição do semanário “Farpas” que amanhã chega às bancas e que faz precisamente manchete com esta vitória do jornal em tribunal.

Também no “Farpas” desta semana, ex-aluno da Escola de Toureio “José Falcão” contesta – e fundamenta em carta dirigida às entidades locais, a que o jornal teve acesso e que amanhã divulga em exclusivo – a escolha do Maestro Vitor Mendes para suceder ao veterano José Júlio: um caso polémico.

Fique ainda a saber pelo “Farpas” de amanhã que até o presidente norte-americano Obama persegue os anti-taurinos; e sabia como Nené ganhou a praça da Moita.

Leia a auto-crítica de Paulo Caetano à sua própria trajectória (é o convidado desta semana de João Cortesão), desfrute do Editorial de Solange Pinto, da crónica “Aficions” de Hugo Teixeira, dos “Quiebros” de Cortesão… e saiba as últimas nas sempre controversas ‘farpas’ de Alvarenga!

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2020 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.