Sábado, 04 de Julho de 2020
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Sónia Matias dá grande entrevista à revista da Companhia Aérea SATA

A companhia aérea SATA, tem uma revista exclusiva da sua empresa que é oferecida a todos os passageiros que viajam nos seus voos.

20 de Maio de 2010 - 13:28h Notícia por: - Fonte: Gabinete de Imprensa de Sónia Matias - Visto: 1240
Sónia Matias dá grande entrevista à revista da Companhia Aérea SATA

A companhia aérea SATA, tem uma revista exclusiva da sua empresa que é oferecida a todos os passageiros que viajam nos seus voos.

A cavaleira Sónia Matias foi convidada a dar uma grande entrevista a esta mesma revista, no âmbito de este ano estar a comemorar os seus 10 anos de alternativa.

Foram feitas cerca de 17 perguntas à qual a cavaleira respondeu, dando a conhecer o seu lado mais pessoal e referindo também alguns dos seus pontos de vista em relação à actualidade da festa brava. Deixamos aqui apenas alguns excertos:

(...) Tornei-me cavaleira acima de tudo porque percebi desde muito pequena que me tinha apaixonado pelo mundo do toureio. E como sou uma mulher de grandes paixões lutei para que todos acreditassem que um dia iria conseguir concretizar a minha vontade. E consegui. (...)

(...) Tenho muito orgulho no que fiz, no que faço e naquilo que penso vir a fazer. Mas também sei que nada me foi dado de mão beijada e que todos os sacrifícios que fiz me custaram mas também tem sido e são compensados. Consegui o meu lugar na festa brava. Não ambiciono o lugar de ninguém, só quero o meu porque o mereço e porque lutei por ele. (...)

(...) Para sermos respeitadas enquanto mulheres na tourada, temos que nos dar ao respeito e eu tenho tentado sempre respeitar para ser respeitada. Seja por um cavaleiro ou por uma cavaleira. Cada um de nós tem que saber estar no seu lugar. (...)

(...) Vivemos num país livre, somos pessoas civilizadas e temos o dever de respeitar e o direito de ser respeitados. Se a palavra tradição pouco ou nada diz àqueles que não gostam da festa brava, podemos talvez utilizar outra expressão que se resume na identidade de um país. (...)

(...) É para além de uma paixão (tourear), um fascínio, um respeito, um sonho, uma vida, algumas tristezas e muitas alegrias. Se tourear é a minha paixão então tenho a sorte de ser uma mulher com uma vida apaixonada e apaixonante. (...)

(...) Quando termina a faena, o arrepio continua, talvez de alivio, talvez de emoção, talvez de alegria ou tristeza. Numa corrida um cavaleiro sente tantas sensações que se confundem e se resumem acima de tudo num sentimento de dever cumprido e de seriedade. (...)

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2020 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.