Terça-feira, 24 de Novembro de 2020
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

1000 milhões de euros

Comentários sobre o impacto económico das corridas de toiros no país vizinho.
06 de Abril de 2011 - 13:13h Notícia por: - Fonte: - Visto: 1153
1000 milhões de euros

1000 milhões de Euros

As corridas de toiros, pese embora os ataques de grupos anti-taurinos, revelam um incremento e desenvolvimento no nosso país e em Espanha.

Estima-se que 1000 milhões de euros, será o valor bruto gerado pelos espectáculos taurinos e feiras em toda a Espanha. A estes valores deverão ser somados, a economia gerada pelos festejos populares e sociais que normalmente têm lugar por toda a Espanha, o que ascenderia ao valor total de 2500 milhões de euros de impacto para a economia espanhola.

Segundo alguns especialista nesta área, as entradas para corridas de toiros no país vizinho em 2009, geraram cerca de 10 milhões de euros, tendo sido realizados cerca de 2700 espectáculos tauromáquicos. Estima-se que o estado tenha arrecadado cerca de 1,50 € por cada entrada, directamente e indirectamente e, o valor gasto pelos turistas e assistentes de aproximadamente 135 milhões de euros, incluindo os turistas / visitantes de um só dia.

Também o impacto económico nas cidades onde se realizam os principais festivais taurinos, como Madrid, Pamplona, Bilbao, Valência e Sevilha foi enorme apesar da crise instalada na economia, estimando-se que por exemplo Madrid tenha gerado 50 milhões de euros de impacto, contabilizando entradas, hotéis, restaurantes e passeios turísticos.

Em Portugal, estima-se que o número de festivais tauromáquicos tenha ascendido em 2009 a mais de 300 e o número de espectadores a cerca de 800 000, havendo um incremento superior a 50% relativamente aos anos anteriores.

È caso para dizer que “a coisa vai bem“, bastando para isso haver um aumento qualitativo e organizativo dos festivais em Portugal, evitando que muitos aficionados, se desloquem ao país vizinho para assistirem ás corridas, onde procuram ver as grandes figuras do país vizinho actuar, sendo o exemplo disso, as corridas das localidades fronteiriças, tais como Olivenza, Badajoz, Zafra, Huelva, Salamanca e Sevilha, para as quais muitos aficionados portugueses, compram “ abonos “para poderem assistir a todas as corridas.

A juntar a todas estas razões, ainda serão de ter em conta todas as outras que têm que ver, a montante, com a agricultura, a exploração florestal e o ambiente (ver artigo no tauródromo : “ O toiro, um promotor ambiental”.

 

 

 

 

 

 

 

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2020 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.