Terça-feira, 13 de Abril de 2021
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

84,8 % do parlamento chumba projectos anti taurinos

Na passada sexta-feira os 3 projectos anti taurinos, propostos pelo Bloco de Esquerda e pelos Verdes, foram esmagadoramente chumbados por 84,8% dos parlamentares.
10 de Julho de 2012 - 10:47h Notícia por: - Fonte: - Visto: 789
84,8 % do parlamento chumba projectos anti taurinos

Na passada sexta-feira os 3 projectos anti taurinos, propostos pelo Bloco de Esquerda e pelos Verdes, foram esmagadoramente chumbados por 84,8% dos parlamentares (média das 3 votações). Os partidos da esquerda à direita manifestaram-se contra a tentativa de censura cultural e autoritária dos projectos da esquerda radical, tendo PSD, CDS, PCP e a maioria do PS votado contra estas pretensões. Esta é já a terceira derrota dos anti taurinos que, em apenas 6 meses, viram todas as suas iniciativas serem totalmente derrotadas.

Tratou-se de uma vitória exemplar da liberdade e da defesa da diversidade cultural do nosso país, tendo os nossos parlamentares dado um exemplo de civismo e de defesa de uma sociedade democracia pluralista. Este é um momento de grande regozijo de todos os portugueses, em especial dos aficionados, que vêem a sua cultura, identidade e liberdade serem respeitadas e defendidas de um modo assertivo.

Nunca poderemos tolerar quem pretende de uma forma autoritária e atentatória das liberdade dos cidadãos, impor ideias pessoais e subjectivas, aos demais, desrespeitando a liberdade de cada cidadão decidir a sua vida e usufruir das práticas culturais do seu país. Todos os aficionados devem ser vigilantes e activos na defesa da sua cultura e liberdade junto dos poderes locais, mobilizando-se sempre que os seus direitos sejam afectados, não permitindo que grupos insignificantes de pessoas alheias à sua terra, condicionem a atitude as suas autarquias para com a Festa Brava.

A PROTOIRO congratula-se com o resultado do seu trabalho e de todos os amigos com quem temos travado esta batalha. Trabalha agora em conjunto com a “Plataforma Sociedade e Animais”, que engloba 12 entidades representativas de actividades que dependem dos animais e, das quais os animais igualmente dependem. Esta plataforma é constituída por organizações representativas, além da tauromaquia, da agricultura, da caça, da pesca, dos municípios taurinos, falcoaria, monteiros, canicultura e apicultores, que têm grande expressão na economia portuguesa, falando por muitos milhões de portugueses.

Chegou também o momento de a tauromaquia ocupar um lugar nos meios de comunicação condizente com a sua relevância social. Trata-se de um espectáculo com cerca de 900 mil espectadores pagantes e de mais de 3 milhões espectadores, se considerarmos os espectáculos de rua, com forte impacto na economia. Uma tal força social não pode ser esquecida por quem tem o dever deontológico de noticiar as vivências e a cultura do nosso país. Todos os aficionados se devem mobilizar e exigir que assim seja, quer nos meios locais, quer nos meios nacionais. Protestem! Sejam exigentes! Temos esse direito!

É com grande agrado que testemunhamos que 19 municípios já declararam a tauromaquia como Património Cultural Imaterial, de acordo com os critérios da UNESCO, estando a tauromaquia a caminho de ser declarada Património Cultural Imaterial de Portugal.

Somos herdeiros de uma cultura magnífica e temos a obrigação de a viver e defender, pelo que todos temos de ser embaixadores da Festa, em nome da cultura portuguesa, da nossa identidade e da Liberdade.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2021 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.