Terça-feira, 22 de Setembro de 2020
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Hoje é o Dia Internacional da Mulher

As palavras de Ana Batista, Ana Rita e Maria Mira.
08 de Março de 2012 - 00:05h Notícia por: - Fonte: - Visto: 1308
Hoje é o Dia Internacional da Mulher

Hoje assinala-se o Dia Internacional da Mulher.

As Mulheres desempenham cada vez  mais um papel fundamental e determinante na festa brava. Por isso o Taurodromo.com quis saber como é ser Mulher no mundo dos toiros.

Aqui fica o testemunho ou as palavras de três Mulheres Cavaleiras Tauromáquicas: Ana BatistaAna Rita e Maria Mira.

 

Ana Batista-"Existem muitas razões para me orgulhar de ser Mulher. Pois como diz o poeta, “Ser Mulher… é conseguir encontrar uma flor no deserto, água na seca e labaredas no mar”. Mas ser Mulher num mundo de Homens é um verdadeiro desafio. No toureio propriamente dito, temos que estar agradecidas às Mulheres que nos antecederam - numa época muito mais machista - que com as suas capacidades e a sua persistência, conseguiram abrir caminho… Hoje os exemplos que existem nas arenas falam por si. Mas seja no toureio, seja em outra profissão, deve-se sempre aceitar o concelho dos outros, mas nunca desistir de lutar pelo que realmente queremos"

 Ana Rita-"Para mim ser uma mulher toureira é ter muita dedicação por aquilo que faço,uma paixão muito grande pelos cavalos por este mundo lindo que se vive na tauromaquia,um mundo lindo mas muito difícil e que se não nos dedicar-mos a cem por cento não consegui-mos ir em frente,pois é uma vida muito dura ainda mais dura para uma mulher,pois temos de trabalhar todos os dias para melhorar e é preciso termos muita força de vontade muita fé e muita ambição.Por outro lado para mim ser mulher é espantoso porque olho para mim e olho para outras mulheres e vejo que cada vez mais as mulheres evoluem,que têm mais garra para lutarem por aquilo que desejam e que sonham para a sua vida e conseguem alcançar o patamar dos homens é para mim um orgulho ser mulher uma mulher toureira de corpo e alma."

Maria Mira-“Ser mulher no mundo dos toiros outrora já foi mais complicado, hoje em dia as coisas são diferentes, a meu ver somos olhadas da mesma maneira do que os Homens. Talvez o público nos acarinhe mais por sermos mulheres, uma vez que nos julgam mais “frágeis” e não estão tão habituados a ver uma Mulher enfrentar um toiro. Uma coisa é certa, na arena não há distinções, uma vez que para o toiro não há diferenças. O toiro na arena enfrenta um toureiro(a) e não distingue se é um Homem ou uma Mulher. Enfrenta-nos da mesma forma, cria as mesmas dificuldades, é nobre ou não da mesma maneira. Quando somos toureiros de verdade é o coração que manda. Ser toureiro é o que realmente importa, independentemente do género. “

 

Feliz Dia Internacional da Mulher!

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2020 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.