Domingo, 11 de Abril de 2021
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

PRÓTOIRO Resolve o Problema dos Cavalos Abandonados no Cacém

Uns dizem-se "amigos dos animais" enquanto a PRÓTOIRO age na sua defesa.
17 de Setembro de 2012 - 13:38h Notícia por: - Fonte: - Visto: 2059
PRÓTOIRO Resolve o Problema dos Cavalos Abandonados no Cacém

Uns dizem-se "amigos dos animais" enquanto a PRÓTOIRO age na sua defesa.

Como é do conhecimento público, encontravam-se, há mais de uma semana, 5 cavalos abandonados numa zona

urbanizada do Cacém. Não tinham água nem comida. Nas páginas animalistas caíram pedidos de ajuda e o caso foi amplamente divulgado. O que fizeram essas associações que supostamente ajudam os animais? Absolutamente nada…

A PRÓTOIRO teve conhecimento no caso e diligenciou no sentido de resgatar os animais. Com o apoio da Associação Nacional de Toureiros e do Espaço Equestre Quinta do Brejo, na Charneca da Caparica, encontraram-se adoptantes para os cavalos e foi deslocado para o local um camião para transportar os cavalos.
A PRÓTOIRO quis fazer tudo dentro da legalidade, informou o SEPNA e através de interposta pessoa, a Câmara Municipal de Sintra de que tinha encontrado uma solução para um problema que se arrastava há quase 15 dias. O SEPNA agradeceu e deslocou para o local uma equipa para acompanhar a recolha dos animais.

No entanto, a Câmara Municipal de Sintra, que durante quase 15 dias nada tinha feito, ao saber que a PRÓTOIRO iria resgatar os cavalos apareceu, miraculosamente, no local, dizendo que, afinal, os cavalos teriam de ir para o canil municipal de Sintra e que a Câmara os transportaria.

A PRÓTOIRO não compreendeu. Não compreendeu porque, primeiro, os cavalos estavam naquele local, ao abandono, há quase 15 dias e ninguém se tinha lembrado de lá ir. Segundo, havia uma solução para o problema que não implicaria quaisquer custos para o erário público e que seria bem melhor para os animais, que assim iriam para o campo e não para uma boxe num canil esperar um destino que se adivinha. Mas a Câmara de Sintra foi irredutível e, após 6 horas, um camião da GNR foi recolher os cavalos.

Lamenta-se que, durante 6 horas, tenham estado no local dirigentes da PRÓTOIRO, representantes da Associação Nacional de Toureiros, uma equipa da Quinta do Brejo pronta a transportar os cavalos e, durante essas 6 horas, ninguém, mas absolutamente ninguém, dessas associações ditas "amigas dos animais" foi vista no local. Algo que já não estranha a ninguém que saiba o que essas associações realmente são.

Lamenta-se que seja necessário a PRÓTOIRO intervir para a Câmara Municipal de Sintra resolver um problema que se arrastava há quase 15 dias sem que nunca ninguém tenha mexido uma palha (excepção feita a alguns populares que, felizmente, impediram que os cavalos morressem à fome e à sede). Lamenta-se também que tenham obrigado os cavalos a irem para boxes de um canil quando poderiam ter ido para o campo… É o país que temos.

No final, o que interessa é que os cavalos saíram daquelas miseráveis condições em que se encontravam.
Uns dizem-se "amigos dos animais" enquanto a PRÓTOIRO age na sua defesa.
Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2021 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.