Domingo, 11 de Abril de 2021
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Cartaz da Corrida de Gala à Antiga Portuguesa no Campo Pequeno

O Fausto das Touradas Reais do Século XVIII recriado no Campo Pequeno
19 de Setembro de 2012 - 21:40h Notícia por: - Fonte: - Visto: 2226
Cartaz da Corrida de Gala à Antiga Portuguesa no Campo Pequeno

A corrida de Gala à Antiga Portuguesa, que já ganhou raízes na programação da temporada tauromáquica do Campo Pequeno, pelo repositório de tradição e história que contém, realiza-se dia 4 de Outubro.


São dois espectáculos num só pois, para além da corrida de toiros propriamente dita, assiste-se a um faustoso cortejo histórico evocativo das Touradas Reais do século XVIII.


Com a praça devidamente engalanada, desfilarão pela arena o Neto, os Pajens do Neto, os Pajens dos Cavaleiros, os Charameleiros, o Timbalerio, os Porta-Estandartes e Alabardeiros, os coches com a respectiva tripulação (Cocheiros, Sotas e Moços de Tábua), que transportarão os cavaleiros actuantes e a mula das farpas, conduzida pelos Moços de Forcado.


Os jovens cavaleiros revelações da temporada de 2012 constituem o cartaz desta corrida.


Para lidar um curro da divisa Branco Núncio, estarão em praça os cavaleiros Filipe Gonçalves, João Ribeiro Telles Júnior, Marcos Bastinhas, Duarte Pinto e os praticantes João Salgueiro da Costa e João Maria Branco.
Trata-se de um naipe de jovens cavaleiros dos que mais se destacaram ao longo desta temporada e que prometem uma acesa competição, aproveitando assim o facto de, pela primeira vez, actuarem no mesmo cartel.

As pegas estarão a cargo dos dois mais antigos e prestigiados grupos de forcados: os amadores de Santarém e de Montemor, capitaneados respectivamente por Diogo Sepúlveda e José Maria Cortes, que nesta noite verão ver publicamente homenageados dois dos seus mais distintos forcados, simultaneamente duas glórias maiores da arte tão portuguesa de pegar toiros: Simão Comenda (Montemor) e Nuno Megre (Santarém).

Lida-se um imponente curro da ganadaria Branco Núncio, fundada em 1926 por João Branco Núncio, o “Califa de Alcácer”, sendo na actualidade administrada pelos seus herdeiros. Tem como procedência Soler e Urquijo, e o seu encsate actual é Murube-Urquijo.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2021 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.