Sexta-feira, 20 de Setembro de 2019
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Prótoiro É a Arquitecta da Maior Paisagem Nacional de Doações para associações animais

Decorreu este fim-de-semana a acção da Prótoiro que doou mais de duas toneladas de rações para cães e gatos.
04 de Fevereiro de 2013 - 11:48h Notícia por: - Fonte: - Visto: 896
Prótoiro É a Arquitecta da Maior Paisagem Nacional de Doações para associações animais

Decorreu este fim-de-semana a acção da Prótoiro que doou mais de duas toneladas de rações para cães e gatos, acolhidos por associações de norte a sul do país, ilhas e Macau.

Não há memória de uma acção de tamanha dimensão nacional. A Prótoiro lançou-se pelo segundo ano consecutivo na ajuda a cães e a gatos acolhidos por diversas associações, espalhadas em todo o território nacional.

No dia 2 de Fevereiro de 2013, a Federação de Associações Taurinas iniciou cedo a recolha de uma tonelada de ração para animais, numa verba que ultrapassa o milhar de euros. Por volta das 13h00m chegava a carrinha de transporte à porta grande do Campo Pequeno, por entre uma multidão de adolescentes que aguardavam a abertura do tauródromo para um espetáculo que ali se realizava.

Enquanto se adensava a multidão alheia à acção, foram chegando ao longo da tarde doadores do mundo taurino para enriquecerem o montante inicial já disponível.

Em paralelo, chegavam notícias da amplitude das doações a nível nacional. Apesar de ambicioso, o resultado da acção superou todas as expectativas, pois com quase todo o território nacional coberto pela iniciativa, de norte a sul do país, com a Madeira e os Açores também no mapa, havia o António Cortesão que em Macau multiplicava os hectares da paisagem inicial arquitectada pela Prótoiro.

Com cerca de uma tonelada a ser oferecida de norte a sul do país com resultados positivos, faltava apenas a certeza de que a restante tonelada (e mais as ofertas que foram sendo adicionadas ao longo da tarde) tivesse destinatário(s).

Segundo José do Carmo Reis, "fomos contactados por um largo número de abrigos e associações de acolhimento, assim que as mesmas tiveram conhecimento da acção que estávamos a promover. Porém, após pressões das diversas associações animais politizadas, esses contactos foram progressivamente cancelados por medo de represálias."

Apesar dos esforços da Federação das Associações Taurinas em ter-se preocupado em publicitar tardiamente a acção, de forma a evitar que houvesse boicote, a UPPA (Associação Para a Protecção dos Animais), a Animal e a União Zoófila foram, uma vez mais, as protagonistas de uma cegueira "ideológica", que pressiona quem se dedica a ajudar as diversas associações que longe do ruído dos média se dedicam de facto à protecção animal.

Foram cinco horas de espera para que alguma associação quisesse levantar gratuitamente aquela tonelada e mais as ofertas que foram sendo adicionadas à carrinha.
A ração foi doada a Cristina Figueira ligada à Ajuda Alimentar Animal, que apesar de ser antitaurina, superou o preconceito e "pensa acima de tudo nos animais". Meia tonelada foi já entregue, sendo que por limitações de transporte a outra meia tonelada será entregue durante esta semana. Muitos estômagos serão alimentados pela atitude da Cristina.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2019 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.