Sexta-feira, 20 de Setembro de 2019
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Garraiada no Montijo por uma causa solidária

Domingo dia 10 de Fevereiro no Montijo realiza-se a III Garraiada Académica da Escola Profissional do Montijo, com bilhetes em troca de bens alimentares, distribuídos por três associações de acção social.
06 de Fevereiro de 2013 - 00:26h Notícia por: - Fonte: - Visto: 1366
Garraiada no Montijo por uma causa solidária

Decorreu a apresentação da II Garraiada Académica da Escola Profissional do Montijo, uma organização conjunta da Escola Profissional do Montijo e da empresa Aplaudir.

O Montijo tem nos últimos dois anos sentido os reflexos da crise económica que atravessa o país. O Professor João Martins da Escola Professional do Montijo (EPM), co-organizador do evento, constata que cerca de 50% dos alunos são hoje subsidiados, arregaçou as mangas e juntamente com a Aplaudir, decidiram baixar os preços da tradicional garraiada, trocar verbas por bens de consumo com direito a um bilhete de entrada e escolheram três associações que coabitam na mesma freguesia da EPM, como receptores de todos os produtos alimentares doados.
Assim,  4€ + 1 bem alimentar dão direito a um bilhete para a tarde de 10 de Fevereiro na praça Amadeu Augusto dos Santos, e na compra de 2 bilhetes, a organização ainda oferece o terceiro.

José Manuel Braço Forte, da Conferência de S.Vicente de Paulo da Paróquia do Montijo, uma das três associações visadas para o resultado da receita, explicou que diariamente distribuem 250 refeições, à hora do jantar, número que sofreu um brutal incremento no último ano, altura em que apenas 70 refeições diárias eram necessárias. Apesar dos esforços, a Conferência de S.Vicente de Paulo da Paróquia do Montijo tem cerca de 80 famílias em lista de espera.

Também Carlos Canelas, da Paróquia de Nª Senhora da Conceição do Montijo, outra das associações envolvidas para a receita, desabafa as dificuldades que a crise económica agravou, com o apoio alimentar a 163 pessoas, 80 famílias carenciadas, 60% das quais no decorrer do último ano, algumas até aqui classificadas como classe média e que dependem da ajuda dos paroquianos para manterem a dignidade.

Cláudia Feliz do Centro Social de S. Pedro, instituição que desenvolve um conjunto de serviços de intervenção junto de idosos e acolhimento de crianças, agradece a iniciativa da EPM e da Aplaudir, espectante que a receita do espectáculo ajude a colmatar as carências do dia-a-dia e assim desenvolverem com maior tranquilidade um maior apoio ao trabalho social que executam.

Encontro marcado para 10 de Fevereiro na Praça de Toiros Amadeu Augusto dos Santos no Montijo, pelas 15h30m. As rezes são provenientes da ganadaria Pedro Damião.
Em praça estrear-se-ão os cavaleiros Alvaro San Emeterio, Flávio Costa, Francisco Correia Lopes e Francisco Parreira.
Pegam os Amadores do Montijo e de Alcochete.

Apareça e Contribua... a Festa Brava é solidária!

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2019 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.