Sexta-feira, 27 de Novembro de 2020
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Tarde de risco e muita emoção em Nimes

Brilham os Picadores e os Bandarilheiros em Tércios emotivos
15 de Setembro de 2013 - 19:26h Notícia por: - Fonte: Taurodromo.com - Visto: 1101
Tarde de risco e muita emoção em Nimes

Domingo, 15 de setembro de 2013, quarta e última Corrida de Toiros inserida na Feira das Vindimas na cidade francesa de Nimes. Inicialmente o cartel desta corrida estava composto pelos diestros Javier Castaño e Manuel Escribano, em virtude deste últiimo ter sido colhido com bastante gravidade recentemente, foi substituído pelo diestro Fernando Robleño, e um curro de Toiros da Ganadaria Miura. Um cartel atrativo e interessante, pois é sempre criado em volta deste tipo de cartel uma certa expectativa.

E assim foi o caso da corrida de hoje com duas partes bem distintas, a primeira parte foi para esquecer, mas a segunda parte teve coisas muito boas e que serão por certo recordadas pelos aficionados que se deslocaram ao Coliseu de Nimes e os aficionados que viram em direto a corrida pelo Canal Toros Tv.

Na primeira parte pouco puderam fazer os diestros perante os toiros que tiveram por diante, toiros dificeis de lidar e de matar.

A segunda parte foi bem diferente, bem distinta da primeira com toiros de melhores condições de lide especialmente quarto e quinto, e durante esta segunda parte podemos presenciar boas varas e bons pares de bandarilhas por parte das quadrilhas dos dois diestros atuantes. Tarde em que os diestros mereciam ter sido premiados com o corte de orelhas, mas por prepotência do Presidente sómente uma orelha se cortou, e premiando o labor do diestro Fernando Robleño. Orelha mais que merecida após a lide do seu terceiro e último toiro do lote.

Pena que durante a lide do sexto toiro o bandarilheiros Javier Adalid da quadrilha do diestro Javier Castaño tivesse sido colhido ao tentar cravar o segundo par em sorte de quiebro, sendo colhido junto à trincheira. Por se recear uma intervenção médica mais demorada, o bandarilheiro foi transferido em ambulância para o hospital dee Nimes, no qual iria posteriormente ser operado.

Nesta segunda parte na qual brilharam os bandarilheiros das quadrilhas dos dois matadores com vistosos e bons pares de bandarilhas, também os picadores de turno brilharam ao picarem bem os toiros, toiros aos quais foram dadas vantagens, ou seja colocados um pouco distantes, de largo e bem citados pelos picadores, proporcionando assim momentos inesquecíveis neste Tércio de Varas por vezes tao mal executado.

Assim ficou o resultado artistico deste mano a mano:

Fernando Robleño - aplausos no primeiro;

Javier Castaño - Após um aviso escutou aplausos;

Fernando Robleño - silêncio no segundo;

Segunda parte da corrida:

Javier Castaño - Justissima volta à arena depois do Presidente lhe ter negado a concessao de uma orelha;

Fernando Robleño - uma orelha no seu terceiro e último do lote depois de ter escutado um aviso;

Javier Castaño - escutou ovação.

 

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2020 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.