Quinta-feira, 21 de Outubro de 2021
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Centenário do Nascimento de Celestino Graça

Cumprem-se no dia 9 de Janeiro de 2014 cem anos sobre a data de nascimento de Celestino Graça.
04 de Janeiro de 2014 - 13:58h Notícia por: - Fonte: Taurodromo.com - Visto: 1095
Centenário do Nascimento de Celestino Graça

Cumprem-se no dia 9 de Janeiro de 2014 cem anos sobre a data de nascimento de Celestino Graça, ribatejano singular que ao longo da sua vida haveria de simbolizar, pela sua intensa e qualificada acção e pelo seu notável exemplo, um dos períodos de maior desenvolvimento social, económico e cultural de Santarém e da sua região.

Na oportunidade da homenagem a tão proeminente figura, cuja memória não nos cansamos de evocar pelo inestimável merecimento da sua actividade, não se poderá deixar de referir a sua acção na fundação da Associação Académica de Santarém (1931) e a sua representação na Associação de Futebol de Santarém; na criação da Feira do Ribatejo, em 1954,

certame regional de que Celestino Graça foi o principal obreiro e dinamizador e que dez anos volvidos sobre a edição inicial haveria de ver a sua importância reconhecida oficialmente com a elevação ao estatuto de Feira Nacional de Agricultura, durante 21 anos; na edificação da Praça de Toiros de Santarém, inaugurada a 7 de Junho de 1964, e da sua exploração a favor da Santa Casa de Misericórdia local; na criação do Fes-
tival Internacional de Folclore de Santarém, no âmbito da Feira do Ribatejo, e na fundação do CIOFF – Conseil International des Organizateurs de Festivals de Folklore, em 1970, de que foi delegado nacional até à data da sua morte; e o seu valioso estímulo na constituição de diversos ranchos folclóricos no Ribatejo, para além dos que ele próprio fundou.

Regente Agrícola de formação foi um dos mais conceituados técnicos da sua geração, tendo prestado serviço na X Brigada Técnica Agrícola onde foi responsável pela introdução do cânhamo em Portugal, sendo Autor do livro “A Cultura do Cânhamo”, publicado em 1945 pela Livraria Sá da Costa.

O seu denodo em defender a região do Ribatejo levou-o a intervir activamente na imprensa e na rádio, no que sempre evidenciou uma enorme capacidade de comunicação.

Celestino Graça, pelo empenho posto em tudo o que se propunha realizar e pelo exemplo que constituía a sua abnegada intervenção, exerceu grande influência a nível regional, despertando Santarém para um período de expressivo progresso, colocando-a a par das cidades mais desenvolvidas do nosso país.

Numa afirmação de inegável competência e determinação, Celestino Graça foi capaz de congregar em seu torno vontades e pessoas para desenvolver a nossa terra. Foi um Homem vanguardista no seu tempo, que continua a ser um desconhecido para muitos dos que o consideram retrógrado, apenas pelo facto de defender as nossas tradições culturais e de haver feito obra durante o regime deposto pelo 25 de Abril, acusando-o de conivência com o regime político com o qual, bem ao invés, nunca se identificou e nunca serviu.

Construir o futuro, com o respeito pelo passado, é a melhor homenagem que se pode prestar a um Homem como foi, é e será Celestino Graça, que continua presente no nosso coração e na nossa grata memória.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2021 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.