Sábado, 13 de Abril de 2024
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

América e França em destaque na sessão da tarde do primeiro dia

Os valores integradores da festa nas Américas e a luta dos toureiros em França centraram as atenções dos assistentes a este primeiro dia do fórum realizado nai ilha Terceira, nos Açores.
26 de Janeiro de 2014 - 12:25h Notícia por: - Fonte: Taurodromo.com - Visto: 1197
América e França em destaque na sessão da tarde do primeiro dia

Os valores integradores da festa nas Américas e a luta dos toureiros em França centraram as atenções dos assistentes a este primeiro dia do fórum realizado nai ilha Terceira, nos Açores.

Uma mesa redonda onde participaram os represantantes do Equador, Colombia e México. Santiago Aguilar, jornalista equatoriano foi empolgante ao descrever a luta dos aficionados do seu país, cujas raizes se encontram nas comunidades indigenas,

“Das quinhentas ganadarias que existem no Equador, trezentas pertencem a estas comunidades, à frente das quais está um maioral designado naquele país como Chagra.

Mas a demagogia politica daquele país, considera, erradamente, o toureio como um costume imposto e mantido contra a cultura tradicional equatoriana, conclui Aguilar,

Por sua parte, Victor Diusabá, falou da permanência dos toiros na Colômbia como um acto de fé, assegurando que esta actividade tem estado, desde sempre, unida com a história do país. Por isso o encerramento da praça de toiros de Santamaria, na capital , Bogotá, ordenada pelo municipio é um grave atentado aos taurinos e ao cultural daquele país. A praça foi sempre um termómetro politico e social na capital onde governo e opositores iam medir a sua popularidade.

Agora tudo depende do Tribunal Constitucional, sobre quem vai recair a decisão de validar, ou não a decisão do presidente da cidade.

Concluiu esta ronda dos aficionados americanos, António Labra, também ele jornalista e escritor azeteca.

Fez uma extensa descrição histórica sobre a evolução do toureio mexicano, por onde trespassaram os nomes dos toureiros mais importantes daquele país.

 No último acto do dia foi efectuada a projecção do fime “El combate de la Esperanza”, que relata a luta dos toureiros franceses, nos anos setenta, para se imporem no seus país, abrindo caminho que estaba muito ocupado pelos toureiros espanhois, com a presença do seu realizador Jacques Boyer e do matador frances Richard Milian, acompanhados do jornalista Vincent Bourg “Zocato”.

Um colóquio animado e muito natural, com referencias a Simon Casas, Roberto Piles e os irmãos Montcouquiol. Estes foram os percussores para a optima situação actual dos toureiros e do toureio em França.

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2024 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.